Páginas

domingo, 31 de outubro de 2010

(MUNDIAL) Depois da conversa, vitória com alegria

"Aquele não era o Brasil", disse Natália (Foto: Divulgação)

Nos dois primeiros jogos do Campeonato Mundial, contra Quênia e República Tcheca, a seleção brasileira venceu, mas esteve irreconhecível. Sem vibração, a equipe cometeu erros e não conseguiu desenvolver seu melhor voleibol. Cientes disso, a líbero Fabi e a capitã Fabiana, líderes do time, tomaram a iniciativa de marcar uma reunião com todas as jogadoras. A conversa, realizada ontem, surtiu efeito imediato. Na partida de hoje, contra a Holanda, o que se viu foi um outro Brasil em quadra: alegre, vibrante e soberano.

“Tivemos uma conversa ontem à noite. Aquele não era o Brasil. Nós sempre jogamos sorrindo, com alegria. E não foi assim nos dois primeiros jogos. Todas estavam sentindo isso. Mas a Fabiana e a Fabizinha tomaram a iniciativa de reunir todas nós para uma conversa. Foi ótimo. Acertamos tudo e hoje foi show de bola. Espero que o time continue assim para os próximos jogos”, comemorou a jovem ponteira Natália, de 21 anos.

Após o jogo, “alegria” foi a palavra mais falada pelas jogadoras nas entrevistas concedidas aos jornalistas. “A equipe toda está de parabéns. O time jogou solto e com alegria. Agora sim estreamos. Dessa forma, o jogo flui e os fundamentos saem. Saque, passe, ataque, bloqueio... hoje tudo funcionou”, vibrou a meio de rede Fabiana.

“O time todo jogou bem, com vibração e alegria. Fiquei muito feliz com a partida”, completou a levantadora Fabíola, que entrou como titular da equipe. “Hoje eu joguei, amanhã a Dani entra e também ajuda a equipe. O importante é saber que quem estiver em quadra vai estar pronta para ajudar o time”, comentou Fabíola.

Para o técnico Zé Roberto, o revezamento entre duas levantadoras jovens é natural. “A Fabíola terminou muito bem a partida de ontem. Entrou e cadenciou mais o jogo, o time ficou mais tranquilo. Hoje o passe ajudou, ela jogou muito bem e cometeu pouquíssimos erros. Mas o importante é poder contar com as duas (Dani Lins e Fabíola) em todos os momentos. São duas levantadoras jovens e que estão crescendo. Elas vão se alternar no time. É natural”, concluiu.

Divulgação

(MUNDIAL) Fabíola ganha elogios do 'chefe' e ganha vaga de titular

Fabíola (17) em ação no bloqueio (Foto: Divulgação)

A entrada da levantadora Fabíola na partida contra a República Theca foi fundamental para a vitória das brasileiras sob as européias no tie-break. A atuação lhe rendeu a titularidade no confronto contra a Holanda nesse
domingo. E inspirada, conduziu a seleção brasileira a uma grande vitória sobre as holandesas com direito a elogios do 'chefe' Zé Roberto e vaga de titular no próximo partida.

"Ela entrou muito bem, cadenciou o jogo. Deixou o time mais relaxado, no bom sentido. A Dani estava dando muita velocidade, e, como o nosso passe não estava bom, não ajudava também. É bom eu poder contar com as duas, que são jovens e estão em fase de crescimento. Mas como é que se diz aquela frase mesmo? Em time que está ganhando, não se mexe. Então, não tem como tirar a Fabíola agora, disse Zé Roberto.

Fabíola acredita que vibração foi o diferencial para jogar solta. "Se eu joguei bem foi porque todo o time me deu o suporte para isso. Entrei muito contente, fui titular hoje. Acho que essa vibração foi o que fez a diferença". A capitã Fabiana também elogiou a atuação de sua companheira. "A Fabíola entrou tranquila e isso foi o mais importante. Conseguiu fazer o que tinha que ser feito, distribuindo muito bem as bolas. Além disso, é super alegre, ajuda no astral do time".

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Zé Roberto quer encerrar primeira fase com 100% de aproveitamento

Brasil enfrenta Porto Rico na próxima rodada (Foto: Divulgação)

O regulamento do Campeonato Mundial diz que todas as seleções carregam para a segunda fase os resultados obtidos na primeira etapa do torneio. A pontuação final, somadas as duas fases, define a classificação para as semifinais. Por isso, para o técnico Zé Roberto, garantir a classificação antecipada para a próxima fase não é o mais importante. O que vale é manter a invencibilidade na etapa inicial.

“Garantimos a classificação, mas não é suficiente. Nosso objetivo é sair desta primeira fase sem derrota. Estamos ligados no que está acontecendo nos outros grupos. Carregamos os resultados para a próxima fase. Por isso, é importante não perder”, afirmou o treinador.

Na segunda fase, a seleção brasileira enfrentará os quatro melhores times do grupo C, composto por Estados Unidos, Alemanha, Cuba, Croácia, Casaquistão e Tailândia.

Divulgação

(MUNDIAL) Zé Roberto: “Fizemos um grande jogo"

Zé Roberto comemora triunfo sob holandesas (Foto: Divulgação)

Depois de atuações 'apáticas' nas partidas contra o Quênia e República Theca o técnico José Roberto Guimarães ficou contente com a grande vitória sobre as holandesas.

“Fizemos um grande jogo. Hoje tudo funcionou bem. Tivemos um bom saque e o bloqueio também teve uma participação extremamente importante. Foram 14 pontos neste fundamento, fora as bolas que foram amortecidas e que nos permitiram contra-atacar com eficiência. Nos preparamos muito para este jogo. A Holanda é uma grande equipe. Tudo o que foi treinado e programado foi bem feito e conseguimos uma excelente vitória”, comentou o treinador.

“Nesta primeira fase, focamos a preparação na Holanda e na Itália, nossos adversários mais fortes. Ontem fomos surpreendidos. Não sabíamos nada sobre o time da República Tcheca. Além disso, nosso time estava tenso. Hoje tudo foi melhor porque elas relaxaram e fizeram o que sabem: jogaram voleibol com alegria. Se elas se comportarem assim sempre, tudo vai fluir. Podemos ganhar ou perder, mas a postura deve ser essa”, completou Zé Roberto.

“Hoje o time jogou vibrando e com alegria. É esse o nosso jogo. Agora, temos que manter a concentração para as próximas partidas. No Mundial, cada vitória é importante. Temos que entrar assim contra Porto Rico e Itália”, disse a campeã olímpica Sheilla.

Universo do Vôlei / Divulgação

(MUNDIAL) Brasil dá show em quadra e vence fácil a Holanda de Flier

Brasil atropela Holanda e segue invicto (Foto: Divulgação)

Passada a ansiedade demonstrada nos dois primeiros jogos do Campeonato Mundial, o Brasil voltou a ser o Brasil. Com ótima atuação, a seleção feminina de vôlei garantiu a terceira vitória na competição ao superar a Holanda por 3 sets a 0 (25/19, 25/18 e 25/14), em 1h11, neste DOMINGO (31.10), na Hamamatsu Arena, no Japão. Com o resultado, o time do técnico José Roberto Guimarães garantiu a classificação antecipada para a segunda fase do torneio.

Depois dos jogos contra quenianas (3 sets a 0) e tchecas (3 sets a 2), em que o Brasil venceu, mas não convenceu, a seleção sobrou em quadra e conseguiu uma vitória incontestável sobre as holandesas. Zé Roberto não poupou elogios à equipe após a partida.

A oposto Sheilla mais uma vez terminou como a maior pontuadora do jogo, com 13 acertos – 11 de ataque, um de saque e um de bloqueio. A ponteira Natália, com 11 pontos, e as centrais Thaísa e Fabiana, com 10 acertos cada, também merecem destaque. Pela Holanda, a atacante Flier foi a que mais marcou: 12 vezes.

O jogo - Superada a ansiedade, a seleção brasileira conseguiu se soltar em quadra e arrasou a Holanda no primeiro set. Eficiente no ataque e no saque, o Brasil chegou ao primeiro tempo técnico com cinco pontos de vantagem: 8/3. Muito bem também no sistema defensivo, as brasileiras ampliaram e chegaram a abrir 21/8. Depois de se irritar com as marcações do árbitro sérvio Dejan Jovanovic, o Brasil cedeu pontos à Holanda, mas fechou a primeira parcial em 25/19.

A equipe brasileira continuou melhor no segundo set e abriu 8/5 em ataque de Fabiana. O time verde e amarelo seguia superior no ataque e no bloqueio. No segundo tempo técnico, o placar apontava 16/11 para o Brasil. Donas do jogo, as brasileiras fecharam a parcial com tranquilidade: 25/18 em ataque da ponteira Natália.

No terceiro set, o panorama se repetiu. O Brasil seguia arrasador. Eficiente no saque, no bloqueio e no ataque, as brasileiras ainda contavam com as falhas no serviço holandês. O time do técnico Zé Roberto não encontrou dificuldades para definir a última parcial: 25/14 em ataque de Sheilla.

Confira a Galeria de Fotos

Divulgação

(SUL-AMERICANO) Bruninho prevê jogo difícil na final contra o Bolívar

Na busca pelo Bi-Campeonato, Cimed enfrenta Bolívar na Final (Foto: Divulgação)

Atual campeã, a Cimed disputa logo mais à noite a grande final da edição 2010 do Campeonato Sul-Americano Masculino de Clubes de Vôlei. O adversário será o campeão argentino Drean Bolívar, em confronto marcado para o Complexo República da Venezuela, na cidade de Bolívar, região metropolitana de Buenos Aires.

Capitão da equipe catarinense, Bruninho prevê muitas dificuldades. “Acredito que será uma partida muito difícil, pois o Bolívar tem vários jogadores da seleção argentina e vem mostrando bom entrosamento e um excelente volume de jogo. Mas estamos nos concentrando para fazer uma grande atuação e conquistar nossos objetivos, que são o bi do Sul-Americano e a vaga para o Mundial”, afirmou o levantador, se referindo à competição que será realizada em dezembro em Doha, no Catar.

PRESSÃO

Além da qualidade técnica do adversário, Bruninho sabe que a Cimed terá que enfrentar outro obstáculo. “Vimos ontem (sábado) à noite, quando o Bolívar venceu o UPCN na semifinal, que a torcida deles é fanática e pressiona o tempo todo. Felizmente nosso elenco conta com jogadores experientes e que já atuou em situações parecidas com as que vamos encontrar logo mais”.

FINAL ENTRE INVICTOS

Cimed e Drean Bolívar chegam à decisão do Sul-Americano invictos. Na primeira fase, o clube brasileiro venceu os chilenos do Linares por 3 a 0 e o UPCN, vice-campeão argentino, por 3 a 1. Na semifinal deste sábado, os catarinenses passaram pelo Deportivo Colón, do Paraguai, por fáceis 3 sets a 0.

Jogando sempre eu seu ginásio, o Bolívar ainda não perdeu um set sequer. Na fase de classificação, a equipe bateu o Deportivo Colón e o Nacional do Uruguai por 3 a 0, mesmo placar do triunfo no confronto entre hermanos da semifinal com o UPCN.

Divulgação

(MUNDIAL) Surpresa do Mundial, Coreia vence China

Foto: Divulgação

Grande surpresa do Mundial do Japão 2010, a Coreia teve uma participação discreta no mundial de 2006 onde terminou em 13° lugar. E nesse domingo as coreanas confirmaram a terceira vitória na competição garantindo a invencibilidade e a vice-liderança do grupo D.

Foi contra a China que as sul-coreanas chegaram ao triunfo por 3 sets a 0 (25-22, 25-23 e 25-23) em 1h18 em jogo realizado na cidade de Osaka. Destaque da equipe da Coreia, Kim foi a maior pontuadora do confronto colocando 24 bolas no chão. Do lado chinês, Wang anotou 15.

Tentando mantér a boa fase na competição, a Coreia faz o confronto de invictos contra a Rússia na terça-feira. As chinesas tentam a recuperam contra a República Dominicana.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei 

(MUNDIAL) Em duelo de invictos, EUA bate Alemanha

Estados Unidos confirmam mais uma vitória (Foto: Divulgação)

Estados Unidos e Alemanha protagonizaram na manhã desse domingo o clássico de invictos nessa terceira rodada do Mundial 2010. E melhor para a atual campeã do Grand Prix, que derretou a Alemanha de Kozuch e cia por 3 sets a 0 (23-25, 24-26 e 17-25) com duração de 1h26 em partida realizada em Matsumoto.

Estrela da seleção norte-americana, a ponteira Logan Tom, comandou a vitória das meninas da terra do Tio Sam e terminou a partida como a maior pontuadora cravado 19 bolas (15 ataques, 2 bloqueios e 2 saques). A alemã Kozuch marcou anotou 13.

Defendendo a invencibilidade, os Estados Unidos enfrenta o Cazaquistão na próxima rodada. Já a Alemanha busca a recuperação diante da Croácia.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei 

(MUNDIAL) Anfitriãs batem argelinas e lideram o Grupo A

Nipônicas seguem invictas (Foto: Divulgação)

Com direto a parcial de 25x07, o Japão confirmou mais uma vitória na competição consolidando a boa fase da equipe e a liderança do grupo A. Vindas de vitória sobre o Peru na última rodada, as anfitriãs bateram a Argélia na manhã desse domingo, em Tóquio, por 3 sets a 0 (18-25, 07-25 e 14-25) em 64 minutos.

A Argélia cedeu 21 pontos em erros, contra 9 do Japão. Sakoda cravou 18 bolas e terminou a partida como a maior pontuadora. A africana Tsabet antou 9.

O próximo desafio das argelinas é contra a invicta Sérvia na terça (02/11). O Japão enfrenta a Costa Rica.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Rússia bate Canadá e segue invicta

Merkulova em sua estreia no Mundial (Foto: Divulgação)

Remanescente do grupo campeão mundial em 2006, a gigante Merkulova fez hoje sua estreia no Mundial do Japão. E sua estreia não poderia ser melhor. Contra as canadenses, a Rússia venceu fácil por 3 sets a 0 (13-25, 16-25 e 21-25) em 66 minutos na Arena em Osaka com 10 pontos da central de 2,02m.

O oposta russa Gamova colocou 15 bolas no chão e foi a maior pontuadora da partida. A canadense Pavan anotou 12.

Com mais um triunfo a Rússia chega a sua terceira vitória em três jogos permanecendo invicta e na liderança do grupo D. Na quarta rodada a Rússia enfrenta a também invicta Coreia. O Canadá duela contra a Turquia.

Confira a Galeria Fotos

Universo do Vôlei 

(MUNDIAL) Tailândia vence fácil a Croácia

Asiáticas garantiram a vice-liderança no grupo C (Foto: Divulgação)

Superiores em todos os fundamentos, a Tailândia enfrentou a Croácia, da musa Popovic, na madrugada desse domingo na Arena em Matsumoto e levaram a melhor. Com facilidade as asiáticas venceram por 3 sets a 0 (15-25, 14-25 e 17-25) em 67 minutos e alcançaram a segunda vitória na competição e o segundo lugar no grupo C.

A ponteira tailandesa Sittirak, de 1,75m, foi a maior pontuadora do confronto com 16 acertos (15 ataques e 1 saque). A croata Usic anotou 9.

Contra Cuba, a Tailândia entra em quadra nessa terça-feira em duelo válida pela 4ª rodada. A Croácia enfrenta a seleção alemã.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Com direito a 25x7, mistão da Itália vence Quênia

Mistão da Itália atropelaram as Quenianas (Foto: Divulgação)

Com as titulares Del Core, Lo Bianco, Arrighetti e a líbero Cardullo poupadas do confronto contra o Quênia, o técnico Massimo Barbolini lançou em quadra um misto italiano com: Rondon, Ortolani, Bosetti, Barcellini, Crisanti, Gioli e a líbero Arcangeli que garantiu mais uma vitória.

Com 22 pontos em erros das quenianas, contra 8 da Itália, a esquadra Azurra venceu fácil a seleção africana por 3 sets a 0 ( 25-09, 25-7 e 25-21) em 56 minutos. Barcellini com 12 pontos foi a maior pontuadora da patida. A capitã queniana Khadambi anotou 8. 

O próximo desafio da invicta seleção italiana é contra as gigantes da República Theca na terça (02/11). As quenianas enfrentam a Holanda.

Confira Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Contra a fraca Costa Rica, Polônia vence a 1ª no Mundial

Vitória rendeu 3° lugar no grupo A (Foto: Divulgação)

Enfim a Polônia desencantou no Mundial do Japão. Com duas derrotas seguidas, as polonesas conseguiram na madrugada desse domingo uma importante vitória sobre a Costa Rica por 3 sets a 0 (25-14, 25-12 e 25-15) em 64 minutos de duelo.

Com o triunfo a Polônia assume a 3ª colocação do grupo A. As européias Okuniewska e Jagielo e a caribenha Willis anotaram 10 pontos e terminaram a partida como as maiores pontuadoras.

Na terça, a Polônia enfrenta o Peru e a Costa Rica o Japão.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Darnel comanda vitória turca sob Rep. Dominicana

Camisa 17, Darnel comandou vitória turca (Foto: Divulgação)

Foram precisas 2h10 e 27 pontos da turca Darnel para a Turquia alcançar a segunda vitória na competilçao, em três jogos. E foi no tie-break que as turcas superaram a República Dominicana, do treinador brasileiro Marcos Kwiek, com parciais de 25-20, 25-14, 23-25, 23-25 e 17-15 em partida realizada na Arena em Osaka.

Maior pontuadora do último mundial, Neslihan Darnel foi a maior pontuadora do confronto. A dominicana Rivera cravou 24 bolas.

Com três jogos e três derrotas, a República Dominicana enfrenta na quarta rodada (02/11) a China. As turcas duelam contra o Canadá.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Cuba sofre mais vence a primeira no Mundial

Cubanas comemoram a vitória (Foto: Divulgação)

Demorou, mais finalmente saiu a primeira vitória de Cuba no Mundial do Japão. Com dois jogos e duas derrotas, Cuba enfretou o Cazaquistão e suou para vencer as adversárias no tie-break em partida válida pela terceira rodada. Com parciais de 25-20, 15-25, 27-25, 25-23 e 10-15 os mais e 1,8 mil torcedores que compareceram à arena em Matsumoto viram as cubanas Palacios, Sanchez e Carcaces darem show em quadra.

Carcaces cravou 25 bolas e foi a maior pontuadora do confronto. A cazaquistense Anarbayeva anotou 17.

O próximo desafio das meninas da ilha é contra a Tailândia na terça-feira. O Cazaquistão enfrenta a forte seleção norte-americana.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) República Theca atropela Porto Rico

Thecas enfrentam a Itália na próxima rodada (Foto: Divulgação)

Vindas de derrota para o Brasil na última rodada, as meninas da República Theca entraram em quadra para enfrentar a seleção de Porto Rico e não tomaram conhecimento das adversárias. Com um verdadeiro massacre, as gigantes aplicaram parciais de 14-25, 14-25 e 17-25 em 65 minutos liquidando a partida em 3 sets a 0.

As thecas Plchotova e Havlickova anotaram 12 pontos e foram as maiores pontuadoras da partida. A portoriquenha González anotou 7 pontos. 

Tentando a recuperação, Porto Rico enfrenta o Brasil na terça-feira. No mesmo dia a República Theca enfrenta a invicta Itália.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Sérvia bate Peruanas e mantém 100%

Sérvias mantém 100% no Mundial (Foto: Divulgação)

Invicta, a seleção da Sérvia venceu mais uma na madrugada desse domingo, em partida válida pela terceira rodada do Mundial do Japão e segue 100%. Diante das peruanas, as gigantes européias aplicaram 3 sets a 1, com parciais de 21-25, 25-16, 21-25 e 18-25 em 1h31 de embate.

Mesmo com a derrota a capitã peruana Chihuan foi a maior pontuadora do confronto com 18 acertos. A sérvia Veljkovic anotou 14.

Na quarta rodada (02/11) a Sérvia enfrenta a fraca Argélia. Já o Peru duela contra a Polônia.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

sábado, 30 de outubro de 2010

(MINEIRO) Técnico Marcelo Fronckowiak lamenta derrota para Sada na final do Mineiro

Técnico minastenista lamenta derrota (Foto: Divulgação)
Ainda não foi desta vez que a Vivo/Minas retomou a hegemonia do voleibol mineiro. Campeão durante sete anos seguidos (2001/02/03/04/05/06/07), a equipe minastenista ficou em segundo lugar nos anos de 2008 e 2009, quando Cruzeiro e Montes Claros comemoraram o primeiro lugar, respectivamente.

O técnico Marcelo Fronckowiak parabenizou o adversário pela campanha e postura em quadra na manhã de hoje. Quanto à participação da Vivo/Minas, ele lembrou as dificuldades da primeira fase, a evolução com a chegada do Marlon e do Russell, apesar do pouco tempo de treinamento envolvendo os dois reforços.

Quanto ao jogo desta manhã, Marcelo Fronckowiak disse que "a Vivo/Minas teve dificuldades, mas conseguiu reagir em alguns momentos, principalmente em dois dos três sets. Poderíamos sim fazer mais, tentamos algumas variações táticas e até mesmo com mudanças de jogadores, e em alguns momentos isso funcionou, mas não o suficiente para a conquista do título. Lamento muito, mas fica a lição de que precisamos trabalhar mais e a certeza de que poderemos mostrar uma cara nova na Superliga, com um time mais eficiente. Para isso, temos bastante coisas a fazer e vamos de cabeça erguida, sempre pensando na frente", concluiu o treinador da Vivo/Minas.

Divulgação

(PRÉ-TEMPORADA) Fátima/Medquimica/Sogipa fecha parceria com a Flytour

Parceria vai até dezembro de 2011 (Foto: Divulgação)

A Flytour, considerada a maior empresa de "business travel" no Brasil, é a nova patrocinadora do Fátima/Medquimica/Sogipa, único time do Rio Grande do Sul a participar da Superliga de Vôlei. A celebração da parceria ocorreu em uma reunião na Sogipa, na manhã desta sexta-feira, dia 29 de outubro.

O clube foi representado no encontro por seu presidente, Nelson Wulff, e por seu vice de esportes, Alexandre Algeri, que receberam Daniel Schaurich de Oliveira e Antônio Augusto Parente, representantes da Flytour. “Esta união de forças nos levará ainda mais longe na Superliga”, comemorou Alexandre Algeri.

O contrato entre a Sogipa e a Flytour é válido até dezembro de 2011.

ESTRÉIA – O Fátima/Medquimica/Sogipa, treinada por Jorginho Schimdt, estreia na Superliga de Vôlei jogando contra o Cimed, atual campeão da competição, no dia 8 de novembro, às 18 horas, em Florianópolis. A partida será transmitida ao vivo para todo o Brasil pela Sport TV.

A equipe de vôlei da Sogipa tem patrocínio de Fátima Saúde, Medquímica, São Paulo Futebol Clube, Lojas Colombo e Flytour.

Divulgação

(PAULISTA) Com uma rodada de antecipação, BMG/São Bernardo e Sollys estão na semifinal

"Foi o jogo da superação, diz Aline (Foto: Divulgação)

Jogando em casa, o BMG/São Bernardo venceu de virada a equipe do XV/Piracicaba por 3 sets a 2, parciais de 21-25, 25-17, 25-14, 20-25 e 16-14.

A maior pontuadora da partida foi a ponteira Thaisinha com 18 pontos. "Foi o jogo da superação, estávamos perdendo o tie-break por 14-12 e conseguimos virar para fechar a partida. A Helô foi um dos grandes nomes do jogo e fez os últimos dois pontos", vibrou a meio-de-rede Aline.

Classificada para a semifinal, o próximo jogo da equipe do técnico Zé Alexandre será na sexta-feira, dia 05/11, em São José dos Campos contra a jovem equipe do Vale do Paraíba.

Sollys vence lanterninha São José dos Campos e garante vaga na semifinal

As laranjas garantiram hoje (30) a vaga para a semifinal do Campeonato Paulista feminino de Vôlei 2010 com uma vitória fácil sobre o lanterninha São José dos Campos por 3 sets a 0 (25-18, 25-19 e 25-15) em 1h15 de jogo.

Com 22 pontos, o Sollys/Osasco ocupa a 4ª colocação três pontos a mais que o 5° colocado, o São Caetano. O próximo desafio das laranjas é contra o líder Pinheiros/Mackenzie na próxima sexta-feira (29) às 19h30 no ginásio do Pinheiros.

Universo do Vôlei/Divulgação

(PAULISTA) Vôlei Futuro e Pinheiros/Mackenzie vencem e se garantem na semifinal

Meninas do Vôlei Futuro venceram por 3 a 0 (Foto: Divulgação)

O Vôlei Futuo venceu hoje o Uniara por 3 sets a 0. O jogo teve duração de 1h20 e parciais de 25-22, 25-17 e 25-16. A vitória confirma a vaga do Vôlei Futuro nas semifinais do Campeonato Paulista 2010.

Tandara, aniversariante do dia, fez 9 pontos na partida. Com a mesma quantidade de pontos Fernanda Melo se destacou pelo time de Araraquara.

A equipe adversária pressionou no primeiro set, mas o Vôlei Futuro reagiu e conseguiu fechar o segundo e o terceiro com tranqüilidade. “Começamos com um pouco de dificuldade mas não vacilamos, agora vamos jogar contra o Piracicaba que quase venceu o São Bernardo hoje, vamos fazer o nosso jogo e tentar a vitória”, afirma o técnico William Carvalho.

Líder, Pinheiros/Mackenzie aguarda a definição do 4° colocado para conhecer adversário na semifinal

Ontem(29), o São Caetano recebeu no ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul, o líder Pinheiros/Mackenzie e foram superadas por 3 sets a 0 (25/21, 25/18 e 25/20) em 1h20.

Com a derrota o time do ABC não tem mais chances de classificação para a semifinal. Com uma rodada de antecipação, o Pinheiros/Mackenzie garantiu a liderança isolada e aguarda a definição do 4° colocado para conhecer o adeversário na semifinal.

Universo do Vôlei/Divulgação

(SUL-AMERICANO) Cimed vence e fica a uma vitória de garantir a vaga no Mundial de Clubes

A Cimed está na grande final do Campeonato Sul-Americano Masculino de Clubes de Vôlei 2010. Jogando na noite deste sábado no Complexo República da Venezuela, na cidade de Bolívar, na Argentina, o time do levantador Bruninho e do oposto Bob não deu chances ao Deportivo Colón, do Paraguai, vencendo por 3 sets a 0, parciais de 25/14, 25/14 e 25/15, em 1h15 de partida.

Atual campeã continental, a Cimed irá defender o título às 19h10 (de Brasília) deste domingo, também em Bolívar, município da região metropolitana de Buenos Aires, contra o vencedor do confronto entre o Drean Bolívar e o UPCN, atuais campeão e vice da Argentina, que ainda fariam a outra semifinal neste sábado, em jogo com início previsto para as 22 horas (HB).

O campeão do Sul-Americano tem vaga assegurada no Campeonato Mundial de Clubes, programado para dezembro em Doha, no Catar.

A Cimed faz uma campanha impecável na competição continental com três vitórias em três jogos. Confira a trajetória da equipe de Bruninho e Bob no Sul-Americano da Argentina:

PRIMEIRA FASE (San Juan)

3 x 0 Linares/Chile (25/10, 25/21 e 25/19)
3 x 1 UPCN/Argentina (25/21, 25/21, 24/26 e 25/17)


SEMIFINAL (Bolívar)

3 x 0 Deportivo Colón/Paraguai (25/14, 25/14 e 25/15)

Divulgação

(PAULISTA) Em partida eletrizante, Vôlei Futuro vence Pinheiros/Sky no tie-break

Vôlei Futuro largou na frente na semifinal (Foto: Divulgação)

Como era esperado, o duelo entre Pinheiros/SKY e Vôlei Futuro, pelo playoff semifinal do Campeonato Paulista de Vôlei Masculino, teve início na manhã deste sábado (30) com um jogo muito acirrado. Com oito campeões mundiais em quadra - Giba, Rodrigão, Marcelinho, Gustavo, Ricardinho, Mario Jr, Lucão e Leandro Vissoto - as duas equipes disputaram uma partida muito equilibrada. Com o ginásio lotado e o apoio de uma torcida muito barulhenta, o time da casa levou a melhor depois de quase três horas, em cinco sets (25-21; 25-22; 20-25; 32-34; 15-8).

"Nós sabíamos que uma derrota aqui em Araçatuba será factível. Eles também têm uma grande equipe. Cometemos muitos erros nos dois primeiros sets e também no fim do quinto. Tínhamos pouco material sobre o Vôlei Futuro, mas agora conseguimos uma grande quantidade de dados para estudar até quinta-feira. Além disso, precisamos melhorar o nosso entrosamento, pois, por exemplo, conseguimos usar pouco o Rodrigão que é uma grande arma nossa. Vamos trabalhar bastante nos próximos dias pensando no segundo jogo", analisou Mauro Grasso.

Divulgação

(MINEIRO) Central Acácio vibra com o bi do Campeonato Mineiro

O Sada/Cruzeiro é o campeão da edição 2010 do Campeonato Mineiro Masculino de Vôlei. Jogando na manhã deste sábado no Ginásio Maestro Silvério Faustino, na cidade de Itabira, a Raposa derrotou o rival Vivo/Minas por 3 sets a 0.

A conquista foi ainda mais saborosa para o meio de rede Acácio, único atleta que pode dizer que é bicampeão estadual, já que em 2009 também levantou a taça com a camisa do Montes Claros.

“Realmente, conquistar um campeonato tão importante e tradicional como o Mineiro, e por dois clubes diferentes, é motivo de grande orgulho. Fizemos uma campanha sensacional e estou muito feliz por iniciar a temporada com esse título. Agora é comemorar um pouco, mas logo em seguida já pensar na Superliga”, declarou o experiente central cruzeirense.

O Sada Cruzeiro estreia na principal competição nacional de clubes da temporada no dia 10 de novembro, quando enfrenta o Sesi em São Paulo.

Divulgação

(MINEIRO) Sada/Cruzeiro bate Vivo/Minas e conquista invicto o título Mineiro

Foto: Divulgação
O Sada/Cruzeiro bateu o Vivo/Minas por 3 sets a 0 na manhã deste sábado, 30, em Itabira, e conquistou o segundo título do Campeonato Mineiro de Vôlei. Contando com o apoio da torcida o time celeste venceu com parciais de 25/19, 25/22 e 25/21. A conquista veio de forma invicta, com oito vitórias consecutivas na edição do Estadual de 2010. Este título é o segundo conquistado na temporada pelo Sada Cruzeiro, que também foi campeão invicto do Torneio Internacional de Voleibol Irvine, nos Estados Unidos, no início de outubro.

Na final deste sábado o time cruzeirense entrou em quadra determinado a buscar a vitória e logo impôs seu ritmo de jogo, com bom saque e excelentes atuações do bloqueio. O Minas ainda tentou reagir em alguns momentos da partida, mas não conseguiu oferecer resistência.

O técnico Marcelo Mendez destacou a determinação do seu time. “Final é muito difícil e entramos preparados. Hoje o time jogou com muita raça e em uma decisão isso faz muita diferença. Jogamos bem no saque e no bloqueio. A equipe toda está de parabéns. Final se joga assim”, afirma o treinador, que após a partida foi ovacionado pelos atletas.

O ponteiro Filipe marcou 15 pontos e foi um dos destaques do confronto. “Me sinto muito em casa nesse time. Estou muito feliz com essa conquista, que nos dá ainda mais gás para o restante da temporada”, disse Filipe.

O levantador William, emocionado, creditou a vitória a toda a equipe. “Ganhar e perder faz parte e todos sabem que não é fácil. Hoje fomos muito felizes e tenho que agradecer muito a Deus. Sou um cara iluminado. A equipe está de parabéns, fez excelentes contratações e nos oferece uma ótima estrutura. O mérito é de todos, não só dos jogadores, mas da comissão técnica e todos que fazem parte do time”, afirmou.

Sada/Cruzeiro - William, Wallace, Douglas Cordeiro e Acácio, Filipe e Samuel e o líbero Serginho. Entraram: Léo Mineiro e Danilo.

Vivo/Minas - Marlon, André Nascimento, Russel e Henrique, Diogo e Filipe e o líbero Tiago Brendle. Entraram: Id, Otávio, Índio, Thiago e Edinho.

Divulgação

(MUNDIAL) Alemanha vence Cuba por 3 a 0

Alemãs lideram o grupo C (Foto: Divulgação)

A Alemanha não encontrou dificuldades para vencer a jovem seleção cubana na manhã desse sábado na cidade de Matsumoto em partida válida pela segunda rodada do Mundial do Japão.

Em 1h22 as alemãs aplicaram as parciais de 24-26, 17-25 e 23-25 liquidando o jogo em 3 sets a 0 e alcançando o segundo triunfo na competição e a liderança do grupo C. Mesmo com a derrota a cubana Carcaces foi a maior pontuadora da partida com 17 acertos. Com dois a menos, a alemã Kozuch veio em seguida.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Flier marca 35, mais não impede derrota holandesa

Flier (12) marcou 35 ponts na partida (Foto: Divulgação)

Nem os 35 pontos da holandesa Flier foram suficientes para evitar a derrota da Holanda para a Itália nessa segunda rodada do Mundial do Japão. E foi de virada, que a Itália superou as holandesas no tie-break.

Com parciais de 25-18, 21-25, 23-25, 28-26 e 12-15 a azurra preciso de mais de duas horas para alcançar o segundo triunfo na competição e abocanha a segunda colocaao no gupo B.

Flier foi a maior pontuadora da partida. A central italiana Gioli marcou 21 pontos.

Na 3ª rodada (31/10), as holandesas enfrentam o Brasil e as italianas o Quênia.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Anfitriãs vencem mais uma

Japonesas conquistam mais uma vitória (Foto: Divulgação)

As anfitriãs vem fazendo muito bem seu dever de casa no Mundial. Vindas de vitória sob a Polônia, as nipônicas conseguiram o segundo triunfo na manhã desse sábado contra as peruanas por 3 sets a 1.

Com parciais de 25-15, 25-17, 22-25 e 25-14 as japonesas precisaram de 1h35 para alcançar a vice-liderança do grupo A.

Kimura cravou 25 bolas e terminou a partida comoa maior pontuadora. Pelas peruanas, Soto e Uceda marcaram 14 pontos.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Coreia e China vencem

Coreanas não tomaram conhecimento das Dominicanas (Foto: Divulgação)

Vargas, De La Cruz, Rivera e cia não foram páreo para impedir a zebra da segunda rodada do Mundial. A República Dominicana, do treinador brasileiro Marcos Kwiek, foram derrotas pelas coreanas na madrugada desse sábado por 3 sets a 0 (27-29, 23-25 e 20-25) em 1h29.

Kim marcou 25 pontos e foi a maior pontuadora da partida. Rivera marcou 21 pontos.

Na última partida do grupo D, a China conseguiu sua primeira vitória diante das canadenses. Com parciais de 25-16, 25-19 e 25-10 as chinesas não tiveram muito trabalho para aplicar 3 sets a 0.

A jovem Wang cravou 19 bolas e foi a maior pontuadora da partida. Com 10, Dodds foi quem mais marcou pelas canadenses.

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Tailândia fatura a primeira vitória

Tailândia venceu a primeira no Mundial (Foto: Divulgação)

Em quadra um jogo sem muitos atrativos, mais a torcida pensou diferente. Com mais de 2,3 mil torcedores, maior público da 2ª rodada do grupo B, os torcedores que comparecem ao ginásio em Matsumoto viram as asiáticas derrotarem a seleção do Cazaquistão por 3 sets a 1 (25-16, 25-18, 20-25 e 25-16)

Com 18 pontos na partida, a tailândesa Sittirak e as cazaquistenses Matveyeva e Drobyshevskaya terminaram a partida como as maiores pontuadoras.

Pela 3ª rodada, a Tailândia enfrenta a Croácia e o Cazaquistão as cubanas.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Portoriquenhas vencem Quenianas

Portoriquenhas comemoram primeira vitória (Foto:Divulgação/fivb)

Vindas de derrota na primeira rodada, Porto Rico e Quênia duelaram em busca da primeira vitória no Mundial. E melhor para as portoriquenhas que venceram as quenianas por 3 sets a 0 (20-25, 23-25 e 19-25) em 1h13, em confronto realizado em Hamamatsu.

Alvarez foi a maior pontuadora do confronto com 13 acertos. As quenianas Moim e Khadambi marcaram 11 pontos.

Com o triufo, Porto Rico assume a quarta colocação do grupo b. Amanhã (31), as caribenhas enfrentam as gigantes da República Theca. Quênia duela contra as italianas.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Em jogo acirrado, Polônia perde a 2ª no Mundial

Gigantes sérvias ignoraram as polonêsas (Foto: Divulgação)

As gigantes sérvias confirmaram mais uma vitória na madrugada desse sábado no Mundial do Japão. Em jogo acirrado, decidido nos detalhes, a Sérvia levou a melhor contra as polonêsas e venceram, de virada, por 3 sets a 1 (19-25, 27-25, 26-24 e 25-22) com duração de 1h49.

A capitã da Sérvia, Nikolic, anotou 19 pontos e foi a maior pontuadora da partida. Com 17 acertos, a ponteira Baranska foi quem mais pontuou pela seleção polonêsa.

Líder do grupo A, com duas vitórias em dois jogos, a Sérvia enfrenta na 3ª rodada o Peru. A Polônia a Costa Rica.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Rússia perde set mais vence Turquia

Gigantes lideram o grupo D (Foto: Divulgação/Fibv)

As atuais campeãs mundiais seguem fazendo o dever de casa. Na madrugada desse sábado, a Rússia venceu, de virada, a Turquia por 3 sets a 1 (25-27, 25-22, 25-11 e 25-17) em partida realizada em Osaka.

A gigante russa Gamova e a turca Darnel terminaram a partida como as maiores pontuadoras, ambas, com 25 pontos.

Com o triunfo as russas assumem aliderança do grupo D, com dois jogos e duas vitórias. Amanhã a Rússia enfrenta o Canadá e a Turquia a República Dominicana.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Norte-americanas conquistam a segunda vitória

Americanas comemoram 2ª vitória no Mundial (Foto: Divulgação/Fivb)

Nem os 10 pontos marcados pela estrela da seleção croáta, Popovic, foram necessários para evitar a derrota para os Estados Unidos na madrugada desse sábado. Com parciais de 25-16, 25-13 e 25-23 as norte-americanas precisaram de 1h19 para fechar o jogo em 3 sets a 0 e garantir a segunda vitória na competição.

A atacante Hooker foi a maior pontuadora da partida com 15 pontos (12 ataques e 3 bloqueios). Pelas croátas, Popovic foi quem mais pontuou.

O próximo compromisso das meninas da terra do Tio Sam é amanhã (31)contra a Alemanha. A Croácia enfrenta a Tailândia.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Costa Rica vence a primeira no Mundial

Costa Rica venceu a fraca Argélia (Foto: Divulgação/Fivb)

A Costa Rica conseguiu sua primeira vitória no Mundial do Japão. Vinda de derrota na primeira rodada para as sérvias, as caribenhas conseguiram vencer a fraca seleção da Argélia por 3 sets a 0 (25-18, 25-21 e 25-10) com duração de 1h10.

A central caribenha Willis foi a maior pontuadora da partida com 15 pontos (7 ataques, 5 bloqueios e 3 saques). Com 11 acertos, a argelina Tsabet foi quem mais pontuou pela seleção africana.

Quarta colocada no grupo A, com uma vitória e uma derrota, a Costa Rica enfrenta amanhã (31) a Polônia. Já as argelinas, duelam contra o Japão.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Natália e Sheilla voltam ao time

Poupada na partida de estreia, Natália começou como titular (Foto: Divulgação/Fivb)

Poupadas na estreia contra o Quênia, a ponteira Natália, que se recuperou de uma tendinite no ombro direito, e a oposto Sheilla, que melhorou das dores nas costas, voltaram ao time na partida deste sábado. Juntas, as jogadoras comandaram o Brasil na vitória sobre a República Tcheca. Sheilla terminou como a maior pontuadora do jogo, com 27 acertos. Natália foi a terceira que mais marcou no confronto: 19 pontos.

“As dores passaram. Meu ombro está zerado”, disse a ponteira, que ficou feliz com a vitória, mas não com a sua atuação na partida.

“Acho que fiquei devendo no jogo de hoje. Estava ansiosa, com vontade de entrar, fazer um bom jogo e ajudar a equipe. Fiquei dois dias sem treinar por causa da lesão e tenho que melhorar. Mas o importante foi a vitória. Espero que possamos jogar melhor nas próximas vezes para não passarmos por esse sufoco”, comentou Natália.

A oposto Sheilla também quer a evolução da equipe. “Fico feliz pela vitória, mas o time ainda precisa se soltar. Nos dois últimos sets, jogamos melhor, com alegria. É esse o jogo do Brasil”, afirmou.

Divulgação

(MUNDIAL) Brasil passa sufoco mais vence Rep.Theca no tie-break

Partida marcou a estreia de Sheilla e Natália (Foto: Divulgação/Fivb)

Jogar na cidade mais brasileira do Japão tem suas vantagens. Uma delas é garantir o apoio da torcida local. Foi assim na segunda partida da seleção feminina de vôlei no Campeonato Mundial. Com bandeiras, pandeiros e tamborins, os torcedores fizeram um carnaval nas arquibancadas da Hamamatsu Arena e empurraram o Brasil para a vitória. Foi suado, mas a equipe do técnico José Roberto Guimarães superou a República Tcheca por 3 sets a 2 (22/25, 25/22, 23/25, 25/20 e 15/9), em 1h59, neste SÁBADO (30.10), em Hamamatsu.

“Sempre esperamos jogos difíceis, mas as tchecas realmente jogaram muito bem. Elas entraram com menos responsabilidade e arriscaram tudo. Forçaram o saque e conseguiram quebrar o nosso passe. Estou sentindo o nosso time um pouco preso ainda. A equipe está ansiosa, preocupada em não cometer erros. A partir do quarto set, o time acalmou e jogou mais solto. É assim que tem que ser”, comentou Zé Roberto.

Durante os cinco sets disputados, a seleção brasileira alternou altos e baixos. Para o treinador brasileiro, é preciso mais regularidade. “Não se ganha um Mundial sem regularidade. Ainda estamos cometendo muitos erros. Mas vamos conversar e diminuir a ansiedade para o jogo contra a Holanda”, completou.

Depois da vitória nos dois primeiros jogos do campeonato, o Brasil voltará à quadra neste DOMINGO (31.10), às 7h (de Brasília), contra a Holanda. A TV Bandeirantes e o canal Sportv transmitem a partida ao vivo.

“Estamos mais acostumadas a jogar contra a Holanda. É uma grande equipe. Teremos que ter atenção redobrada e concentração. Ainda não conseguimos nos soltar em quadra e jogar com alegria. O time está preso. Mas é início de Campeonato Mundial. Espero que amanhã já esteja melhor”, disse a capitã Fabiana.

O jogo - A República Tcheca começou melhor no primeiro set. Sem conseguir acertar o sistema defensivo, as brasileiras viram as adversárias abrirem 8/5. Bem no ataque, o Brasil chegou ao empate com Natália (9/9) e equilibrou o jogo. No segundo tempo técnico, o placar apontava 16/15 para as tchecas.

Depois da parada, as brasileiras marcaram três pontos consecutivos e viraram: 18/16. Embalado pela torcida, o time verde e amarelo abria vantagem, mas as tchecas buscavam o jogo. Em cinco pontos seguidos, a República Tcheca virou para 23/20. Os tempos solicitados por Zé Roberto não surtiram efeito e o Brasil perdeu o primeiro set: 22/25.

O panorama foi diferente no segundo set. Depois de levar os dois primeiros pontos, o time brasileiro reagiu. Sheilla chamou a responsabilidade desde o início da parcial. Em dois ataques seguidos da oposto, o Brasil fez 6/3. A seleção verde e amarela ditava o ritmo de jogo e chegou ao segundo tempo técnico com 16/7 no placar. As brasileiras abusaram dos erros e permitiram que as tchecas encostassem: 20/19. Mas, dessa vez, o Brasil segurou a vantagem e fechou a parcial em 25/22.

O time brasileiro marcou os dois primeiros pontos do terceiro set, mas permitiu a reação adversária. A República Tcheca compensava as falhas de saque com a eficiência no ataque e abriu 7/4. Melhor no sistema defensivo, a equipe tcheca ampliou a vantagem: 13/9. Com problemas no passe, o Brasil não conseguia encostar no placar. Depois de abrirem 22/17 em ponto de bloqueio, as tchecas atacaram para fechar a parcial em 25/23.

O Brasil voltou para o quarto set disposto a empatar a partida. Eficiente no saque e no ataque, a equipe brasileira abriu 11/6 em ace de Fabiana. A República Tcheca ainda ensaiou uma reação (20/18), mas não foi suficiente. As brasileiras fecharam a quarta parcial em ataque de Sheilla: 25/20.

No quinto set, as duas equipes foram para o tudo ou nada. Mais à vontade em quadra, o Brasil cresceu no jogo. Comandada pelas atacantes Natália e Sheilla, a seleção brasileira garantiu a vitória no tie-break: 15/9.

Confira a Galeria de Fotos

Divulgação

(SUL-AMERICANO) Cimed enfrenta equipe do Paraguei na semifinal do Sul-americano de clubes

Atual campeã, a Cimed dá seqüência neste sábado à defesa do título do Campeonato Sul-Americano de Clubes de Vôlei. O time disputa uma das semifinais contra os paraguaios do Deportivo Colón. O jogo está marcado para logo mais à 19 horas (de Brasília) no Complexo República da Venezuela, na cidade de Bolívar, na Argentina.

Um dos destaque do time catarinense na competição, o oposto Bob garante que a Cimed está pronta para seguir no torneio. “Fizemos dois jogos na quinta-feira e ontem (sexta-feira) fizemos uma viagem longa e desgastante de San Juan até Bolívar. Mas sabíamos que nada seria fácil e, mesmo respeitando o Colón, estamos prontos para lutar para conquistar a vaga para a decisão”, afirmou o camisa 2 do clube de Florianópolis.

A Cimed se classificou para as semifinais como primeira colocada do grupo B da fase inicial, após vitórias por 3 a 0 (25/10, 25/21 e 25/19) sobre o Linares, do Chile, e 3 a 1 (25/21, 25/21, 24/26 e 25/17) diante dos argentinos do UPCN.

Confronto entre hermanos

Logo após Cimed e Colón, será disputada a outra semifinal do Sul-Americano entre Drean Bolívar e UPCN, respectivamente atuais campeão e vice da Argentina. O confronto entre hermanos recebeu grande destaque da imprensa esportiva do país.

A decisão do torneio continental será realizada às 19h10 (de Brasília) deste domingo também na cidade de Bolívar. O campeão sul-americano tem vaga assegurada no Campeonato Mundial de Clubes, previsto para dezembro em Doha, no Catar.

Divulgação

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

(PAULISTA) Com gostinho de revanche, Pinheiros/Sky enfrenta Vôlei Futuro em Araçatuba

Araçatuba recebe confronto dourado (Foto: Divulgação)

O Campeonato Paulista de Vôlei Masculino entra em seu momento decisivo. Dono da melhor campanha na primeira fase, com 13 vitórias em 14 jogos, o Pinheiros/SKY vai a Araçatuba (SP) para enfrentar o Vôlei Futuro, quarto colocado. A partida, que promete ser emocionante, acontece a partir das 11h30 deste sábado (30/10) e terá transmissão ao vivo do SporTV (canal 39 da SKY). A equipe da capital paulista contará com o retorno de Giba e Rodrigão, que fizeram parte da Seleção Brasileira que conquistou o tricampeonato Mundial na Itália recentemente, assim como Lucão, Leandro Vissotto e Mário Junior pelo time adversário.

Além de valer pela disputa de uma vaga na final do torneio, o duelo entre as duas equipes recebe um toque extra de rivalidade, já que a única derrota do Pinheiros/SKY durante a fase de classificação aconteceu justamente para o Vôlei Futuro, em Araçatuba (SP), como recorda Berardino Santos ("Dininho"), Gerente de Vôlei do EC Pinheiros.

"O Vôlei Futuro foi a equipe que mais investiu para a atual temporada, com a contratação de grandes jogadores, e a nossa única derrota na primeira fase foi justamente lá em Araçatuba. Então, além da vontade que o nosso time vai entrar em quadra por ser um jogo de semifinal de campeonato, com certeza vai ter essa vontade de dar o troco da derrota sofrida na fase de classificação", afirmou Dininho.

Para o técnico Mauro Grasso, que terá todos os jogadores do elenco desde que assumiu o comando técnico do Pinheiros/SKY, além da disputa em quadra, a semifinal também marca o começo de duelos psicológicos.

"Dos quatro semifinalistas, o Pinheiros/SKY, o Vôlei Futuro e o SESI-SP são três equipes muito fortes, com o Medley/Campinas correndo um pouco por fora. Mas qualquer adversário que a gente enfrentasse seria muito difícil. Como Araçatuba fica longe de São Paulo, optamos por mudar o nosso cronograma de viagem. Normalmente viajamos na véspera, mas desta vez viemos dois dias antes para termos um dia de descanso no local do jogo", comentou o treinador. "Sobre jogar a primeira partida fora, foi uma opção minha, por questão psicológica. O time está muito motivado, todos os jogadores estão à disposição. Então vamos entrar em quadra com as nossas melhores armas", completou o técnico.

Além dos cinco jogadores que fizeram parte da vitoriosa campanha da Seleção Brasileira na Itália, o confronto entre Pinheiros/SKY e Vôlei Futuro ainda conta com outros multicampeões pela Seleção Brasileira, como Gustavo, Ricardinho e Marcelinho. Todos também têm títulos mundiais no currículo e os dois primeiros ostentam ainda uma medalha de ouro olímpica.

Divulgação

(PAULISTA) Pela vaga na final Vôlei Futuro enfrenta em casa o Pinheiros/Sky

"A partida será tensa" diz Ricardinho (Foto: Divulgação)

O Campeonato Paulista Masculino 2010 está mais acirrado do que nunca, as 4 equipes que estão nas semifinais, Pinheiros/SKY, Medley/Campinas, Sesi-SP e Vôlei Futuro mostrarão muita garra nos próximos jogos em busca da conquista do Campeonato.

A primeira partida foi ontem (28/10) entre Sesi e Medley/Campinas onde a equipe campineira perdeu por 3 sets a 1. O próximo jogo é dia 02/11 em São Paulo às 18h30.

E amanhã (30) às 11h30 o Vôlei Futuro enfrentará em casa o forte Pinheiros/SKY que venceu 13 partidas e perdeu apenas uma para o time de Araçatuba. A primeira partida da série melhor de três traz às quadras grandes nomes do voleibol brasileiro, na equipe do Vôlei Futuro a torcida poderá prestigiar os campeões Leandro Vissotto, Lucão, Mário Jr. e Ricardinho, e pelo Pinheiros/SKY Marcelinho, Gustavo, Rodrigão e Giba marcam presença neste grande espetáculo.

Ricardinho, capitão do time analisa a partida como um xadrez, onde cada grupo vai tentar acertar a jogada do outro. Experiente, sabe que a concentração dentro da quadra vai ser uma vantagem e disse que o Vôlei Futuro está preparado para o confronto. “A partida será tensa, mas a equipe está confiante e tranqüila. Tenho certeza que nossa torcida vai comparecer e vamos nos dedicar ao máximo para dar este grande presente a eles”, conclui o levantador.

Divulgação

(MINEIRO) Ponteiro Diogo aposta na força do Vivo/Minas na decisão contra o Sada Cruzeiro

O campeão mineiro de vôlei 2010 será conhecido neste sábado. O jogo único da final entre os grandes rivais Sada Cruzeiro e Vivo/Minas será disputado às 10 horas da manhã no Ginásio Maestro Silvério Faustino, na cidade de Itabira.

Um dos principais reforços do tradicional time minastenista, o ponteiro Diogo admite certo favoritismo do adversário, mas mostra confiança na conquista do título estadual.

“Tivemos um início de temporada complicado, mas com muito trabalho conseguimos reverter a situação nos últimos jogos, inclusive superando o Montes Claros na semifinal. O Sada tem um grupo de qualidade e fez melhor campanha ao longo do campeonato, mas amanhã (sábado) temos boas chances de superá-los”, declarou o ponteiro vice-campeão da última Superliga pelo MOC.

Outro motivo para deixar Diogo otimista é a chegada de Marlon, que se integrou ao elenco do Vivo/Minas logo após a conquista do Campeonato Mundial pela seleção.

“O Marlon é um levantador excepcional e realmente faz a diferença, ainda mais em um jogo decisivo. Ele é uma de nossas principais armas nessa luta pelo título do Mineiro”, concluiu o atacante.

Divulgação

(PAULISTA) Ponteiro Pablo comemora vantagem do Sesi-SP sobre Medley

Apontado como o destaque do Sesi-SP no primeiro confronto com o Medley/Campinas pela semifinal do Campeonato Paulista pelo próprio técnico Giovane Gávio, o ponteiro Pablo comemorou a vantagem obtida por sua equipe após a vitória por 3 a 1 (25/19, 15/25, 25/21 e 26/24) nesta quinta-feira na casa do adversário.

“O Medley fez melhor campanha na fase de classificação e optou por jogar a primeira partida em Campinas. Mas, com a vitória de ontem (quinta-feira), revertemos a vantagem deles e podemos garantir a vaga na decisão na próxima terça-feira, quando vamos jogar em São Paulo”, destacou o jovem atacante de 21 anos de idade contratado após disputar a última Superliga pelo Pinheiros/Sky.

Pablo comentou também a respeito dos elogios dirigidos a ele pelo técnico do Sesi-SP, em declarações à imprensa logo após o primeiro jogo da semifinal. “Mais do que meu técnico, o Giovane é um grande ídolo e uma referência para mim. Fico muito feliz com os elogios, o que me dá ainda mais motivação para seguir com meu trabalho e ajudar o Sesi a conquistar o Paulistão”, finalizou o ponteiro.

Divulgação

(MUNDIAL) Sem Piccinini, Itália vence Porto Rico

Piccinini não foi relacionada para a partida (Foto: Divulgação/Fivb)

Nem os oitos pontos em bloqueios da seleção portoriquenha e a ausência da ponteira Piccinini foram obstáculos para a seleção italiana vencer a seleção de Porto Rico na estreia do Mundial.

Uma das principais adversárias da seleção brasileira, a Itália venceu fácil as portoriquenhas por 3 sets a 0 (20-25, 11-25 e 18-25) em 1h04. A italiana Bosetti foi a maior pontuadora da partida com 16 acertos. Karina Ocasio marcou 10 pontos.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Deu Zebra. Turquia vence China na estreia

Com novo patrocinador, Turquia venceu a China (Foto: Divulgação)

A zebra deu o ar da graça logo na primeira rodada do Mundial. A Turquia, da atacante Darnel, venceu a China, 5ª colocada no último mundial, na manhã dessa sexta-feira na última partida da primeira rodada.

A maior pontuadora do mundial de 2006, Neslihan Darnel venceu, de virada, por 3 sets a 1 (19-25, 25-14, 25-20 e 25-17) em 1h35 de duelo. Darnel foi a maior pontuadora do confronto com 26 acertos (22 ataques, 3 bloqueios e 1 saque). As chinesas Li e Xue marcaram 18 pontos.

O próximo desafio da Turquia é contra a Rússia, já a China enfrenta o Canadá.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Croácia bate Cuba na estreia

Popovic comemora vitória (Foto: Divulgação/Fivb)

Tri-campeã do Mundo, a seleção cubana não tem a ambição de conquistar o título do Mundial 2010, mais tem como objetivo terminar entre as seis melhores seleções para tentar voltar à elite do voleibol mundial. Com o elenco totalmente renovado, Cuba não foi páreo para a Croácia das jogadoras Popovic, Usic e Poljak.

Com pariciais de 25-23, 34-32 e 25-21 as croatas venceram por 3 sets a 0 em 1h29 garantindo a vitória na estreia. Mesmo com a derrota a cubana Palacios foi a maior potuadora com 18 acertos. Com 15 pontos, a croata Usic veio em seguida.

Pela segundo dia de confrontos, a Croácia enfrenta a forte seleção norte-americana e Cuba duela contra a Alemanha.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei

(MUNDIAL) Anfitriãs ignora Glinka e vence de virada

Em partida eletrizante, japonêsas venceram as polonesas (Foto: Divulgação/Fivb)

O corte da oposta Skowronska,
facilitou o retorno da experiente Malgorzata Glinka a seleção polonesa para o Mundial do Japão. Mais na estreia, as polonesas não esperavam contar com a espetacular virada das anfitriãs.

Com 2 sets a 0, as européias permitiram a virada asiática e perderam por 3 sets a 2 (28-26, 25-21, 20-25, 23-25 e 12-15) em 2h03 de embate. Glinka marcou 15 pontos na partida. Com 25 pontos, a atacante Kimura foi a maior pontuadora do confronto. Com um a menos, Kaczor veio em seguida.

O próximo desafio da Japão é contra as peruanas. A Polônia tenta a recuperção diante da Sérvia.

Confira a Galeria de Fotos

Universo do Vôlei