Páginas

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

(LIGA NACIONAL) Meninas do São José e Uniara vencem

São José e Uniara venceram na estreia (Foto: Divulgação/CBV)

Se do lado do grupo A, as equipes de Santa Catarina foram superiores, na chave B, o times de São Paulo dominaram os jogos na tarde desta quarta-feira, no Aryzão. As duas partidas terminaram com o placar 3 sets a 0. No primeiro duelo, o São José (SP) venceu o Ferroviário A.C (RO), com as parciais 26/24, 25/19 e 25/20, em 1h24 de partida. Em seguida, em 1h43, a Uniara (SP) superou o Clube Fênix do Rio Verde (GO), parciais de: 25/10, 25/20 e 25/23.

Nesta QUINTA-FEIRA (01.09), as quatro equipes voltarão à quadra. A partir das 15h, duelarão Uniara e Ferroviário A.C., e, às 17h, o Clube Fênix de Rio Verde enfrentará o São José.

ANÁLISES

Michel Guimarães, técnico do São José (SP) - “As duas equipes são muito jovens e aconteceram alguns lances de imaturidade. O adversário conseguiu boas defesas e neutralizou muitas jogadas do meu time. Na partida de hoje acho que o que contribuiu muito para nossa vitória foi o saque que funcionou em momentos importantes”.

Sandra Mara, técnica da Uniara (SP) – “O primeiro set foi bom. Depois, o time oscilou muito e foi irregular até o fim. As atletas não conseguiram manter um nível de concentração durante a partida e vou trabalhar em cima disso para os próximos desafios. Determinante para a nossa vitória hoje foi o saque”.

Divulgação

(LIGA NACIONAL) Upis e UFJF vencem pelo grupo B e se aproximam das semifinais

Upis e UFJF perto das semifinais (Foto: Divulgação/CBV)

Depois dos jogos do grupo A da fase final da Liga Nacional de vôlei, quatro partidas pela chave B agitaram, nesta QUARTA-FEIRA (31.08), as quadras do Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ). Nos confrontos do torneio masculino, as duas equipes saíram vitoriosas depois de perderem a primeira parcial. No primeiro jogo, a Upis (DF) venceu o São José/Foot Company (SP) por 3 sets a 2 (20/25, 25/20, 28/30, 25/17 e 18/16), em 2h55 de partida, e, no segundo duelo, a UFJF (MG) superou a Unicel/Rio Negro por 3 sets a 1 (2/25, 26/24, 25/18 e 25/17), em 1h45.

Com os resultados, a UFJF e a Upis lideram o grupo B, com cinco pontos cada equipe. O São José/Foot Company, com dois pontos, segue na disputa por uma das duas vagas na semifinal. A Unicel/Rio Negro ainda não pontuou e ocupa a quarta posição na chave.

As quatro equipes voltarão à quadra nesta QUINTA-FEIRA (01.09). Às 15h, a Upis enfrentará a UFJF, às 17h, a Unicel/Rio Negro jogará contra o São José/Foot Company.

ANÁLISES

Marlon de Zoppa, capitão da Upis (DF) - “A nossa chave é mais equilibrada e a vitória foi crucial para darmos um passo grande rumo à classificação para as semifinais. A equipe continua errando, mas hoje nosso ataque e passe funcionaram melhor. Precisamos evoluir na competição. Ainda nos falta ritmo de jogo. Estamos há três meses só treinando e não fizemos nenhum amistoso antes de chegar aqui. Mas acredito que o grupo está no caminho certo”.

Daniel Roger, capitão da UFJF (MG) – “Iniciamos o jogo um pouco amarrados, com pouca concentração em quadra, e o adversário aproveitou os nossos erros para fechar o primeiro set. A partir da segunda parcial, o saque começou a entrar e consequentemente a relação bloqueio-defesa funcionou. Acho que isso foi determinante para a vitória de hoje. Amanhã temos um jogo importante contra a Upis e a nossa classificação para as semifinais depende apenas do grupo”.

Divulgação

(PAULISTA) Clássico dourado nesta sexta-feira em Araçatuba

Com selecionáveis, Vôlei Futuro e Sollys se enfrentam nesta sexta (Foto: Divulgação)

Um clássico dourado será realizado em Araçatuba nesta sexta-feira (02/09) pelo Campeonato Paulista. Em quadra, quatro campeãs olímpicas e um dos clássicos do vôlei estadual: Vôlei Futuro x Sollys/Nestlé. A partida será realizada no Ginásio Plácido Rocha a partir das 20h.

Pelo Vôlei Futuro, o técnico Paulo Coco vai ter à sua disposição as campeãs olímpicas Walewska e Paula Pequeno, a ponteira foi eleita a melhor jogadora dos jogos de Pequim em 2008. Paula e Fernanda Garay acabam de chegar de Macau (China) onde foi realizada a fase final do Grand Prix 2011 e a Seleção Brasileira conquistou o vice campeonato. Garay jogou a temporada passada no voleibol japonês, a ponteira defendeu o NEC e terminou o campeonato como a maior pontuadora. Esse ano foi a primeira vez da atleta no Grand Prix, ela foi destaque na competição levando o prêmio individual de melhor passadora.

A equipe de Araçatuba também conta com três reforços que foram ouro nos Jogos Militares 2011,a levantadora Ana Cristina, Fernanda Berti e Veridiana. A oposta Fernanda Berti também foi destaque na Universíade, a competição foi realizada em Shenzen, na China, onde a Seleção de Novos conquistou o ouro da competição.

A oposta Joycinha, vice campeã mundiai em 2010, e a levantadora Ana Tiemi integram a lista do Vôlei Futuro. A equipe entrará em quadra com apenas um desfalque, a líbero Stacy Sykora, que serve a Seleção americana de vôlei.

O Sollys/Osasco conta com mais duas campeãs olímpicas, Thaísa e Jaqueline. Recem chegadas do Grand Prix, as atletas Adenízia, Fabíola e Tandara também estarão disponíveis para o técnico Luizomar Moura, além de Thaísa que recebeu o prêmio de melhor saque do torneio na China. O brilho também fica por conta de Jú Costa e da líbero Camila Braitt. O único desfalque do time será a oposto americana Destinee Hooker, campeã do Grand Prix com a Seleção dos Estados Unidos.

As duas equipes entram em quadra para defender o título de invencibilidade na competição. No ano passado o Pinheiros/Mackenzie foi o vencedor do Paulista e o Vôlei Futuro conquistou o segundo lugar.

Divulgação

(LIGA NACIONAL) São José vence no grupo B feminino e Upis na chave A masculina

São José larga na frente no grupo B (Foto: Divulgação/CBV)

Depois de vitórias da Aprov/PM Chapecó (SC) e Rio do Sul/Manoel Marchetti/Unimed (SC) pelo grupo A da fase final da Liga Nacional feminina de vôlei, foi a vez de São José (SP), da chave B, garantir a primeira vitória na competição. Na tarde desta QUARTA-FEIRA (31.08), no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ), o São José (SP) venceu o Ferroviário A.C (RO) por 3 sets a 0 (26/24, 25/19 e 25/20), em 1h24 de partida.

Nesta QUINTA-FEIRA (01.09), as duas equipes voltarão à quadra. A partir das 15h, duelarão Uniara (SP) e Ferroviário A.C., e, às 17h, o Clube Fênix de Rio Verde (GO) enfrentará o São José.

Técnico do São José, Michel Guimarães avaliou como equilibrado o jogo de estreia. “As duas equipes são muito jovens e aconteceram alguns lances de imaturidade. O adversário conseguiu boas defesas e neutralizou muitas jogadas do meu time. Na partida de hoje acho que o que contribuiu muito para nossa vitória foi o saque que funcionou em momentos importantes”.

Pelo torneio masculino, a Upis (DF), de virada, superou o São José/Foot Company (SP) por 3 sets a 2 (20/25, 25/20, 28/30, 25/17 e 18/16), em 2h55 de partida, válida pelo grupo B.

O capitão da equipe brasiliense, Marlon de Zoppa, aprovou o duelo, mas ressaltou que o time ainda precisa crescer no torneio. “A nossa chave é mais equilibrada e a vitória foi crucial para darmos um passo grande rumo à classificação para as semifinais. A equipe continua errando, mas hoje nosso ataque e passe funcionaram melhor. Precisamos evoluir na competição. Ainda nos falta ritmo de jogo. Estamos há três meses só treinando e não fizemos nenhum amistoso antes de chegar aqui. Mas acredito que o grupo está no caminho certo”.

Divulgação

(PRÉ-TEMPORADA) Oposto brasileiro inicia pré-temporada nesta 5ª em clube argentino


Tem início nesta quinta-feira a preparação do Catamarca para a temporada 2011/2012 do voleibol argentino. Uma das novidades do clube que acabou de ser promovido para a Primeira Divisão, o oposto brasileiro Renato Adornelas não esconde a empolgação com o começo do trabalho.

“Chegar a um novo clube e conhecer os companheiros com que irei trabalhar sempre provoca uma motivação especial. Estou bastante entusiasmado e espero ajudar o Catamarca a fazer uma grande campanha e, pelo menos, chegar ao playoffs da competição”, declarou Adornelas, que na temporada passada atuou pelo Urmia, do Irã.

ESTREIA CONTRA O BOLÍVAR

O Campeonato Argentino Masculino de Vôlei tem início marcado para o dia 6 de outubro. E a estreia do Catamarca será em casa diante de nada menos que o poderoso Bolívar, clube que conquistou cinco das últimas seis edições do torneio.

Divulgação

(SUL-AMERICANO) Thiago Alves e Rubinho se apresentam à seleção

O ponteiro Thiago Alves está de volta ao grupo (Foto: Divulgação/CBV)

A preparação da seleção brasileira para o Campeonato Sul-Americano ganhou reforços nesta semana. Dentro de quadra, o ponteiro Thiago Alves e, do lado de fora, o auxiliar técnico Rubinho. Os dois estavam com a seleção de novos na conquista da medalha de bronze da Universiade, na China, e se apresentaram na última SEGUNDA-FEIRA (29.08). No treino desta QUARTA-FEIRA (31.08), ambos falaram sobre a importância do campeonato.

Thiago Alves afirma que a experiência de ser um dos líderes do jovem grupo foi extremamente válida. “O Éder era o capitão, mas como ele é meio de rede e sai da quadra constantemente para a entrada do líbero, ajudei nesse sentido de liderar a equipe. Revivi os tempos de seleções infanto e juvenil, quanto eu era capitão. Foi muito bom mesmo”, contou o jogador.

Outro ponto positivo foi tirado do período com a seleção de novos. “Ganhei muito ritmo de jogo. Na seleção adulta, são cinco, seis ponteiros de alto nível e a competição por uma vaga é muito grande. Lá, joguei bastante e volto com esse bom ritmo”, disse Thiago Alves.

Rubinho, que comandou a seleção de novos na Universiade, no evento teste para os Jogos Olímpicos de Londres e em amistosos na República Tcheca e na Áustria, concorda e garante que toda a excursão foi importante para este retorno de Thiago Alves a seleção adulta.

“Fizemos 17 jogos e o Thiago jogou 16. Isso é muito positivo, pois ele foi um dos protagonistas, sempre comandando a equipe, e ganhou um volume de jogo muito bom. Era importante ele conseguir aproveitar bem esse momento e ele soube fazer isso”, disse Rubinho.

Sequência no trabalho

Agora com mais um ponteiro entre os convocados, o técnico Bernardinho segue com treinamentos intensos na preparação para o Sul-Americano, que será de 19 a 25 de setembro, em Cuiabá (MT). Nesta competição, a equipe verde e amarela tem como objetivo chegar à final e ser um dos dois classificados para a Copa do Mundo, em novembro, no Japão, que, por sua vez, dará, aos três primeiros colocados, vagas nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Para alcançar a meta do ano, o trabalho esta sendo pesado. “Desde o início, nosso intuito é encerrar esse ano com a vaga garantida nas Olimpíadas. E, para isso, temos que treinar muito. O Sul-Americano é o primeiro passo e tenho certeza que a torcida de Cuiabá esta ansiosa para receber a seleção. Contamos com esse apoio”, disse Bernardinho.

Antes, no entanto, um breve período de folga. Logo depois do treino da manhã desta QUARTA-FEIRA, os jogadores foram liberados e se reapresentarão no próximo DOMINGO (04.08), no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ). Os treinamentos recomeçarão na SEGUNDA-FEIRA (05.08).

Divulgação

(LIGA NACIONAL) Rio do Sul/Manoel Marchetti/Unimed vence Sport/Maurício de Nassau

Catarinenses venceram as pernanbucanas (Foto: Divulgação/CBV)

Dois jogos do grupo A abriram, nesta quarta-feira (31.08), o primeiro dia de disputas da fase final da Liga Nacional feminina de vôlei. As duas partidas terminaram em 3 sets a 0. No primeiro confronto, a Aprov/PM Chapecó (SC) venceu o Clube do Remo (PA) com as parciais 25/9, 25/11 e 25/9, em 1h05 de partida. Em seguida, em 1h25, o Rio do Sul/Manoel Marchetti/Unimed (SC) derrotou o Sport/Maurício de Nassau (PE), parciais de: 25/19, 25/18 e 25/18.

As quatro equipes voltarão à quadra nesta QUINTA-FEIRA (01.09). Às 10h, o Clube do Remo/AABB duelará contra o Rio do Sul/Manoel Marchetti/Unimed (SC), e, a partir das 12h, o Aprov/PM Chapecó medirá forças com o Sport/Maurício de Nassau.

Pelo grupo B, dois jogos acontecerão na tarde desta quarta-feira: às 15h, Ferroviário A.C (RO) x São José (SP), e, às 17h, Uniara x Fênix do Rio Verde.

ANÁLISE

Rogério Portela, técnico do Rio do Sul/Manoel Marcheti/Unimed (SC) – “O primeiro jogo é sempre mais difícil e o Sport conta com atletas que já participaram de Superliga, o que torna o time adversário mais experiente. Mas conseguimos imprimir o nosso ritmo. O saque funcionou bem e dificultou a saída de jogo, o que proporcionou armar o nosso bloqueio nos contra-ataques. Foi importante a vitória na estreia e agora vamos seguir em busca da classificação entre os quatro semifinalistas”.

Divulgação

(LIGA NACIONAL) Funvic e Soya/Blumenau estão nas semifinais

Funvic e Soya/Blumenau/Olympico nas semifinais (Foto: Divulgação/CBV)

Foram definidos os dois primeiros semifinalistas da Liga Nacional masculina de vôlei. Nesta QUARTA-FEIRA (31.08), no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ), duas equipes do grupo A mantiveram a invencibilidade e avançaram no torneio. No primeiro duelo, a Funvic (SP) venceu o Sport/Maurício de Nassau (PE) por 3 sets a 1 (25/19, 25/20, 23/25 e 25/16), em 1h50 de partida. Na sequência, em 1h15, o Soya/Blumenau/Olympico (SC) superou o Clube do Remo/AABB (PA) por 3 sets a 0 (25/16, 25/19 e 25/18).

Com os resultados Funvic e Soya/Blumenau/Olympico somam seis pontos cada e não poderão mais ser alcançados. Nesta QUINTA-FEIRA (01.09), a partir das 12h, as duas equipes se enfrentarão em jogo que valerá a primeira colocação da chave A. Antes, às 10h, Clube do Remo/AABB duelará contra Sport/Maurício de Nassau. Esta partida valerá para a definição do terceiro e quarto lugares do grupo.

Outros dois jogos do torneio masculino, válidos pelo grupo B, serão realizados na tarde desta quarta-feira: às 15h, a Upis (DF) enfrentará o São José/Foot Company (SP), e, às 17h, Unicel/Rio Negro (AM) medirá forças com a UFJF (MG).

ANÁLISES

Reinaldo da Silva, capitão da Funvic (SP) – “Foi um bom jogo. O que mais está pesando dentro de quadra é o calor, no qual ainda não nos acostumamos. No terceiro set, o nosso rendimento foi um pouco abaixo e o Sport conseguiu fechar. O importante foi que o time não se desmotivou e se recuperou na sequência da partida. A mudança entre os ponteiros que o técnico fez também contribuiu muito para a nossa vitória”.

Marcel Henrique, capitão do Soya/Blumenau/Olympico (SC) – “Ainda faltam alguns ajustes para acertarmos o time, mas estamos crescendo na competição. Hoje mantivemos um padrão no saque e bloqueio, além do nosso sistema de contra-ataque, que também funcionou. Com essa vitória conseguimos a classificação para as semifinais e amanhã vamos decidir o primeiro lugar do grupo contra a Funvic. Mas já vamos focar na próxima etapa, pois com certeza vamos encontrar jogos difíceis”.

Divulgação

(MERCADO) Ezinho não é mais jogador do BMG/Montes Claros

Ezinho não é mais jogador do BMG/Montes Claros (Foto: Divulgação/CBV)

No último dia 16, o BMG/Montes Claros anunciou a contratação do ponteiro Ezinho para a temporada 2011/12. Mas, sua passagem pelo time mineiro foi meteórica. Nesta quarta-feira (31), o Montes Claros divulgou uma nota oficial anunciando o desligamento do jogador da equipe.

Segundo o Universo do Vôlei apurou, Ezinho recebeu uma proposta do Volta Redonda, clube que defendeu no início da temporada 2010/11, desligando-se do mesmo para atuar no Vivo/Minas.

Confira a nota na íntegra:

A partir desta quarta-feira, 31 de agosto, o ponteiro Ezinho deixa de defender a equipe profissional BMG Montes Claros, após solicitação de desligamento feita pelo atleta para atender à proposta de outro time.

Atendendo ao pedido do atleta, a Diretoria do BMG Montes Claros procedeu à rescisão contratual, tendo em vista a conduta profissional do jogador em todos os seus compromissos com a equipe.

A Diretoria lamenta o ocorrido e reitera seu compromisso com os demais atletas e integrantes da Comissão Técnica de continuar trabalhando na busca por novos títulos na temporada 2011/2012.

Diretoria
BMG Montes Claros

Universo do Vôlei

(LIGA NACIONAL) Aprov/PM Chapecó vence no torneio feminino e Funvic no masculino

Catarinenses comemoram a primeira vitória (Foto: Divulgação/CBV)

O dia começou movimentado nas quadras do Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ). Na manhã desta TERÇA-FEIRA (31.08), dois jogos foram realizados simultaneamente. De um lado, na abertura da primeira rodada da fase final do torneio feminino da Liga Nacional de vôlei, a Aprov/PM Chapecó (SC) venceu o Clube do Remo/AABB (PA) por 3 sets a 0 (25/9, 25/11 e 25/9), em 1h05 de partida, em duelo do grupo A. Do outro lado do ginásio, em jogo válido pela chave A da competição masculina, a Funvic (SP) derrotou o Sport/Maurício de Nassau (PE) por 3 sets a 1 (25/19, 25/20, 23/25 e 25/16), em 1h50.

As equipes voltarão à quadra nesta QUINTA-FEIRA (01.09). Pelo torneio masculino, às 10h, o Sport/Maurício de Nassau jogará contra o Clube do Remo/AABB (PA), e, às 12h, a Funvic enfrentará o Soya/Blumenau/Olympico (SC). Já entre as mulheres, o Clube do Remo/AABB duelará contra o Rio do Sul/Manoel Marchetti/Unimed (SC), a partir das 10h, e, em seguida, às 12h, o Aprov/PM Chapecó medirá forças com o Sport/Maurício de Nassau.

Análises

Fernando Piccoli, técnico da Aprov/PM Chapecó (SC) – “O nosso adversário de hoje é um time muito jovem, praticamente infanto-juvenil. Conseguimos colocar o nosso ritmo de jogo, mas ainda precisamos entrar mais no clima da competição. Mas foi um bom jogo, sacamos bem e a nossa defesa também se posicionou de forma correta. Agora, daqui para frente vamos encontrar jogos mais difícieis”.

Reinaldo da Silva, capitão da Funvic (SP) – “Foi um bom jogo, o que mais está pesando agora é o calor que ainda estamos nos acostumando. No terceiro set, o nosso rendimento foi um pouco abaixo e o Sport conseguiu fechar essa parcial. O importante foi que o time não desmotivou e recuperamos na sequência da partida. A mudança entre ponteiros que o técnico fez também contribuiu muito para a nossa vitória”.

Divulgação

(AMISTOSO) Sada/Cruzeiro disputa série de jogos na Argentina

O Sada/Cruzeiro viaja na madrugada desta quarta-feira para a Argentina, com uma agenda cheia. O time celeste vai disputar uma série de jogos no país vizinho, uma espécie de desafio de voleibol com os principais clubes locais, a partir desta quinta-feira até o dia 11 de setembro. Os adversários serão o Bolívar, o Buenos Aires Unidos e o Boca Juniors, tradicional clube de futebol que também tem atuação no vôlei. Ao todo serão sete partidas.

Este compromisso na Argentina será fundamental na preparação do time celeste para a temporada 2011/12. O técnico Marcelo Mendez terá a oportunidade de avaliar melhor o elenco e agora tem o grupo completo com a chegada de Wallace, que estava com a Seleção Brasileira de Novos.

Os duelos no país portenho também servirão como um importante teste para o Torneio Internacional de Irvine, que o Sada Cruzeiro disputará na Califórnia, nos Estados Unidos, no fim de setembro.

Para dois integrantes do time estrelado, jogar na Argentina terá um sabor especial. O técnico Marcelo Mendez, argentino, comandará o Sada Cruzeiro pela primeira vez em seu país. E William, ídolo da torcida argentina, resultado de quatro anos à frente do Bolívar, vai aproveitar para rever os amigos.

Para Marcelo, o mais importante é proporcionar um novo ambiente na preparação. “O nível dos times na Argentina é muito bom. Teremos sete partidas e vai acrescentar muito ao grupo. Para mim é bom jogar em casa, ficar perto da família, mas o principal é oferecer uma maneira diferente de reforçar nossa preparação. Depois de onze semanas treinando no CT do Barro Preto, uma mudança no ambiente ajuda muito. É bom porque mexe com os atletas, muda a forma de jogo e a interação faz com que o time se conheça melhor”, afirma o comandante.

Divulgação

(PAULISTA) Medalhistas com a Sel. de Novos, Fidele e Gustavão retornam à Medley

Gustavão reforça a Medley/Campinas no Paulista (Foto: Divulgação)

Depois de um período defendendo a Seleção Brasileira de Novos, em que conquistaram medalha de bronze na Universiade, disputada na China, o levantador Fidele e o meio-de-rede Gustavão estão de volta à Medley/Campinas e, ontem (29), começaram a treinar junto com a equipe, que está disputando o Campeonato Paulista Masculino de Vôlei.

"Eles voltam para fortalecer ainda mais nosso elenco. O Gustavão nos dá mais força no ataque e no bloqueio, enquanto o Fidele é importante taticamente, pois, além de ser um levantador de qualidade, nos dá uma opção diferente de ritmo de jogo, sem que o nosso time perca em qualidade, em relação ao titular (Rodriguinho)", destacou o treinador Cacá Bizzocchi.

Gustavão foi um dos destaques da Medley/Campinas na última temporada. Agora, o jogador acredita que o trabalho poderá colocá-lo de volta entre os titulares. "Não é porque eu estava com a Seleção que tenho vaga garantida. Preciso mostrar meu trabalho nos treinamentos e provar que posso ser titular, ajudando meus colegas quando sair do banco".

Já Fidele é uma das novidades do time de Cacá Bizzocchi para a temporada 2011/2012 e está ansioso para estrear. "Tivemos uma carga grande de jogos no período que passamos com a Seleção e por isso, temos que voltar aos poucos. Mas eu, especialmente, estou com uma expectativa muito grande e boa para fazer minha primeira partida pela Medley/Campinas".

Divulgação

(PAULISTA) Levantador​a do BMG/São Bernardo prega respeito à equipe do Sesi-SP

Equipe conversa com técnico Zé Alexandre (Foto: Divulação)

Nesta quarta-feira (31) às 19h a equipe feminina do BMG/São Bernardo encara o Sesi-SP no Ginásio da Vila Leopoldina. Para a levantadora Ana Maria, independente dos resultados das adversárias nesse início de Paulista, será um jogo complicado.

“Elas tem muita qualidade individual, ainda estão se formando como time dentro de quadra, então só podemos esperar um jogo difícil, ainda mais na casa delas. A equipe pode ser nova no torneio, mas há por lá várias jogadoras experiêntes”, ressaltou.

Diante de mais um adversário complicado, Ana Maria acredita que a equipe do ABC paulista precisa ser regular durante a partida. “Temos que ser regulares durante o jogo. Eu como levantadora busco sempre fazer a melhor jogada para não desperdiçarmos os bons momentos da partida”, avaliou.

A levantadora do BMG/São Bernardo conhece bem algumas das adversárias. “Jogou com a Nati, meio-de-rede, é uma ótima central, muito alta e ataca forte. Também joguei com a líbero Michele, que vai muito bem na defesa”, finalizou.

Divulgação

(AMISTOSO) Motivado, Acácio embarca com o Sada para a Argentina nesta 4ª

Sada, do central Acácio, disputará amistosos na Argentina (Foto: Divulgação/CBV)

O Sada/Cruzeiro embarca na manhã desta quarta-feira para a Argentina. A equipe vice-campeã da última Superliga Masculina de Vôlei irá disputar, até o dia 11 de setembro, uma série de amistosos contra os principais clubes do país vizinho, como Bolívar, Buenos Aires Unidos e Boca Juniors.


Para o meio de rede Acácio, a excursão será importante na preparação cruzeirense para a sequência da temporada. “Temos a reta final do Campeonato Mineiro e, em seguida, o início da Superliga. Estamos bastante motivados para enfrentar esses adversários de alto nível e ganhar ainda mais entrosamento para as próximas competições”, disse o experiente central.

EUA NO FIM DO MÊS

Além da Argentina, o Sada Cruzeiro vai jogar nos Estados Unidos no final de setembro. “Ganhamos o Torneio de Irvine, na Califórnia, no ano passado, e recebemos o convite para defender o título”, explicou Acácio.

Divulgação

(LIGA NACIONAL) Torneio feminino começa nesta quarta-feira

Oito equipes em busca de duas vagas na Superliga 11/12 (Foto: Divulgação/CBV)

Depois dos homens, agora é a vez das mulheres entrarem em quadra. Seis estados do Brasil serão representados por oito times na fase final da Liga Nacional feminina de vôlei. A partir desta QUARTA-FEIRA (30.08), no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ), equipes de norte a sul do país iniciarão o caminho em busca de duas vagas na Superliga 11/12. Os finalistas garantirão acesso à principal competição entre clubes do país, desde que preencham os pré-requisitos do regulamento.

Na fase classificatória, os times duelarão contra os adversários de seus respectivos grupos e os dois mais bem colocados passarão para as semifinais, que também serão realizadas no Aryzão. A final feminina será disputada no ginásio Recreio do Trabalhador, na Siderurgia CSN, em Volta Redonda (RJ), no dia quatro de setembro, às 12h, com transmissão da TV Rio Sul.

Aprov/PM Chapecó (SC) e Clube do Remo (PA) serão os primeiros a duelar nesta quarta-feira, a partir das 10h. Às 12h, o Sport Club Recife (PE) enfrentará o Rio do Sul/Manoel Marchetti/Unimed (SC). Os dois duelos são válidos pelo grupo A. Na sequência, às 15h, o Ferroviário A.C. (RO) jogará contra a Escola do Corpo (SP) e, no encerramento da rodada, a partir das 17h, o Clube Náutico Araraquara (SP) medirá forças com o Clube Fênix de Rio Verde (GO). As duas últimas partidas são válidas pela chave B.

EXPECTATIVA DOS TREINADORES

Fernando Piccoli, técnico da Aprov/PM Chapecó (SC) – "O primeiro passo é se classificar no grupo. Depois, já nas semifinais, começa outra competição. Nos preparamos e espero que a minha equipe esteja em um bom momento para superar as dificuldades que surgirem nos jogos".

Sandra Mara, técnica do Clube Náutico Araraquara (SP) – “É a nossa primeira Liga Nacional e não temos muito conhecimento das demais equipes. Estamos com uma jogadora que disputou a última Superliga pelo São Bernardo (a ponteira Bruna Honório). Espero que possamos fazer um bom torneio para conseguirmos a vaga na próxima Superliga e assim melhorarmos a nossa estrutura”.

Michel Guimarães, técnico da Escola do Corpo (SP) – “A nossa equipe é praticamente infanto-juvenil. Esse torneio é importante para o amadurecimento das meninas. Os outros times são mais fortes e têm a Liga Nacional como o principal campeonato. Os clubes investem em atletas para essa disputa. Ainda assim, vamos lutar por uma das vagas. São José dos Campos tem o sonho de voltar para a Superliga”.

Clodair de Freitas, técnico do Clube Fênix de Rio Verde (GO) – “Estamos em uma chave muito forte. Acredito que o time de Araraquara termine em primeiro do grupo e as outras três equipes briguem pela segunda vaga da chave. Meu time está animado e muito focado. Vamos dar o nosso máximo”.

Agenor Fernandes, técnico do Ferroviário A. C. (RO) – “Parte do time que disputou a fase regional não pode vir. Então já entramos desfalcados, inclusive com uma nova levantadora. Ainda é cedo para dizer alguma coisa. Por enquanto, tudo é uma incógnita. Mas tudo pode acontecer e vamos nos empenhar dentro de quadra”.

LIGA NACIONAL – TABELA FEMININA

Divulgação

(LIGA NACIONAL) UFJF e Upis vencem pelo grupo B

Upis lidera o grupo B (Foto: Divulgação/CBV)

Ao contrário dos jogos da manhã, quando Funvic (SP) e Soya/Blumenau/Olympico venceram os confrontos com tranquilidade, nos últimos duelos do primeiro dia de disputas, válidos pelo grupo B, as equipes precisaram suar a camisa para derrotar os adversários. Na partida que abriu a tarde desta TERÇA-FEIRA (30.08), no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ), a UFJF (MG) venceu, de virada, o São José/Foot Company (SP) por 3 sets a 2 (18/25, 25/20, 25/17, 16/25 e 15/13), em 2h07 de jogo. Na sequência, em mais uma virada, a Upis (DF) superou a Unicel/Rio Negro (AM) por 3 sets a 1 (18/25, 25/17, 27/25 e 25/23), em 2h.

As quatro equipes voltarão à quadra nesta QUARTA-FEIRA (31.08). Às 15h, o São José/Foot Company tentará a primeira vitória contra a Upis (DF). Em seguida, às 17h, a UFJF buscará novo triunfo em jogo contra a Unicel/Rio Negro (AM).

Com os resultados da rodada, a Upis lidera o grupo B, com três pontos. UFJF ocupa a segunda colocação na chave, com dois pontos, seguido de São José/Foot Company, com um ponto e Unicel/Rio Negro que ainda não pontuou.

Análises

Maurício Gattás, técnico da UFJF (MG) - “Já disputamos algumas partidas contra a Escola do Corpo e sempre foram jogos bem difíceis. O duelo de hoje não foi diferente. Fiz algumas mudanças durante o confronto, o treinador adversário fez outras substituições e todas funcionaram. Acho que o jogo foi decidido nos detalhes. O importante foi que a minha equipe conseguiu se comportar bem quando perdeu o primeiro set”.

Diógenes Cardoso, técnico da Upis (DF) – “Começamos o primeiro set com um ritmo de jogo lento e oscilando muito. Na segunda parcial, o time foi mais firme. Acho que o que determinou a nossa vitória hoje foi a virada que conseguimos quando estava 24 a 21 para o adversário. Naquele momento, crescemos na partida. Para o jogo de estreia foi bom. A ansiedade passou e para os próximos confrontos acredito que a equipe entrará mais tranquila”.

Divulgação

(LIGA NACIONAL) Funvic e Soya/Blumenau largam na frente no grupo A

Funvic e Soya/Blumenau/Olympico lideram a chave A (Foto: Divulgação/CBV)

Dois jogos do grupo A movimentaram, na manhã desta TERÇA-FEIRA (30.08), o primeiro dia de disputa da fase final da Liga Nacional masculina de vôlei. No duelo que abriu a rodada no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ), a Funvic (SP) venceu o Clube do Remo (PA) por 3 sets a 0, em 1h20 de partida. Na sequência, o Soya/Blumenau/Olympico (SC) venceu o Sport Club do Recife (PE) também por 3 sets a 0 (25/15, 25/19 e 25/ 17), em 1h10.

As quatro equipes voltarão à quadra nesta QUARTA-FEIRA (31.08). Às 10h, o Sport Club do Recife tentará recuperação contra a Funvic, enquanto o Soya/Blumenau/Olympico jogará contra o Clube do Remo para manter a invencibilidade, a partir das 12h.

Pelo grupo B, outras quatro equipes jogarão nesta terça-feira. Às 15h, a UFJF (MG) medirá forças com a Escola do Corpo (SP), e, às 17h, A.Rio Negro Clube jogará contra a Upis (DF).

Análises

João Benedito, técnico da Funvic (SP) - “O meu time é muito jovem e está deslumbrado por estar jogando no santuário do vôlei. Saber que aqui jogam os grandes ídolos da seleção brasileira mexeu um pouco com os atletas. Os jogadores ainda estão travados. Mas estou satisfeito pela vitória. O nosso bloqueio funcionou bem e tivemos boa leitura do jogo em cima do levantador adversário”.

André Donegá, técnico do Soya/Blumenau/Olympico (SC) - “Foi uma boa partida. Acho que hoje foi muito importante ver a capacidade técnica individual de cada atleta. Foram poucos erros individuais. Agora é pensar em evoluir para estarmos preparados para as dificuldades que nos forem apresentadas nos próximos desafios”.

Divulgação

terça-feira, 30 de agosto de 2011

(LIGA NACIONAL) Na abertura do torneio masculino, Funvic vence Clube do Remo

Funvic largou na frente na Liga Nacional 2011 (Foto: Divulgação/CBV)

Paulistas e paraenses abriram, nesta TERÇA-FEIRA (30.08), o primeiro dia de disputas da fase final da Liga Nacional masculina de vôlei 2011. No jogo de estreia do grupo A, no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema, a Funvic (SP) venceu o Clube do Remo (PA) por 3 sets a 0 (25/18, 25/19 e 25/21), em 1h20 de partida.

As duas equipes voltam à quadra nesta QUARTA-FEIRA (31.08). Às 10h, a Funvic enfrentará o Sport Club do Recife (PE), e, às 12h, o Clube do Remo duelará contra A.Blumenau Pró-Vôlei (SC).

Para João Benedito, técnico da Funvic, o principal adversário neste primeiro jogo foi o local da partida, a casa do vôlei brasileiro. “O meu time é muito jovem, estão deslumbrados por estarem jogando no santuário do vôlei. Saber que aqui jogam os grandes ídolos da seleção brasileira mexeu um pouco com os atletas. Ainda estão travados", declarou João.

Divulgação

(GRAND PRIX) Brasil segue na liderança do ranking mundial

Brasil segue no topo do ranking (Foto: Divulgação/FIVB)

Vice-campeã do Grad Prix, a seleção feminina de vôlei segue na liderança do ranking mundial, divulgado nesta TERÇA-FEIRA (30.08) pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB). O ranking leva em conta os resultados dos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, dos campeonatos continentais de 2009, do Campeonato Mundial de 2010 e do Grand Prix 2011.

O Brasil lidera o ranking com folga, acumulando 200 pontos, contra 174 dos Estados Unidos, que venceram o Grand Prix. A Rússia, que terminou em quarto lugar, chegou a 162,5 pontos, avançou duas posições e tomou o terceiro lugar do Japão, que tem 143,5 e ocupa o quarto lugar.

Medalhista de bronze no Grand Prix, a Sérvia ganhou três posições e chegou ao sexto lugar, com 110 pontos. As maiores ascensões, no entanto, foram da Tailândia, que saltou do 14º para 10º lugar, e da Coreia do Sul, que deixou a 18ª posição para assumir o 14º posto no ranking mundial.

A seleção brasileira desembarcou no país nesta terça e retomará os treinamentos no Aryzão, em Saquarema (RJ), no próximo dia sete de setembro. O próximo compromisso da equipe na temporada será o Campeonato Sul-Americano, que acontecerá no Peru, a partir do dia 27 de setembro.

Divulgação

(LIGA NACIONAL) Blumenau estreia nesta terça-feir​a na Liga Nacional

Catarinenses buscam vaga na Superliga 2011/12 (Foto:Eraldo Schnaider)

O voleibol masculino de Blumenau, Soya/Blumenau/Olympico, estreia nesta terça-feira, meio-dia, contra o Sport Club Recife (PE) na etapa final da Liga Nacional, onde os dois primeiros colocados garantirão acesso à Superliga 2011/2012. A competição será disputada até sábado no Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema, no Rio de Janeiro.

Oito times de sete estados disputarão a competição. O Soya/Blumenau/Olympico está na chave A, ao lado do adversário desta terça; o Clube do Remo (PA) e a Funvic (SP), que se enfrentam ás 10 da manhã. Na chave B estão: a UFJF (MG), a Escola do Corpo (SP), Associação Rio Negro Clube (AM) e a Upis (DF).

As duas melhores de cada grupo farão a semifinal na sexta-feira. A final masculina será disputada no ginásio Recreio do Trabalhador, na Siderurgia CSN, em Volta Redonda, também no Rio de Janeiro, no sábado, 3 de setembro, às 9h30, com transmissão do canal Sportv.

"Nos preparamos durante três meses para essa fase final. Vamos encontrar adversários fortes. São equipes muito homogêneas e acho que não tem favorito antes de começar o torneio. Vamos tentar reconquistar a vaga na Superliga", comentou André Donegá, técnico do Soya/Blumenau/Olympico.

Se for um dos dois melhores da competição, o Soya/Blumenau/Olympico terá pouco tempo para preencher os pré-requisitos do regulamento da Superliga – principal competição entre clubes do país. “É um desafio que estamos enfrentando desde o início do ano. Esperamos também a contrapartida do Governo do Estadual, por meio do Fundesporte”, revelou Donegá.

Divulgação

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

(PRÉ-TEMPORADA) Após compromissos com a Sel. de Novos, Wallace já treina em BH

O oposto Wallace se reapresentou ao Sada/Cruzeiro nesta segunda-feira, após os compromissos com a Seleção Brasileira de Novos. Agora o técnico cruzeirense Marcelo Mendez já tem todo o elenco à disposição.

“Estava com saudades desta turma e estou muito feliz por voltar a treinar com a equipe. Espero que a nossa temporada seja de muito sucesso, como foi a anterior”, disse o jogador, que defendeu o time celeste no vice-campeonato da Superliga 2010/11 e foi o segundo maior pontuador da competição, com 558 pontos.

E a partir desta quarta-feira o Sada Cruzeiro terá um importante incremento na preparação. A equipe mineira viaja para a Argentina, onde fará uma série de jogos, uma espécie de desafio de voleibol com os principais clubes do país vizinho (Bolívar, Boca Juniors e Buenos Aires Unidos).

O time estrelado quer ganhar mais ritmo de jogo para chegar bem no Torneio Internacional de Irvine, que será disputado pelo segundo ano consecutivo na Califórnia, Estados Unidos, no fim de setembro. No ano passado o Sada Cruzeiro foi campeão invicto.

Divulgação

(MERCADO) André Nascimento assina com japonês Suntory

Canha defendeu o Minas nas últimas três temporadas (Foto: Divulgação/CBV)

Após três temporadas defendendo o Vivo/Minas, o campeão olímpico (Atenas/04) André Nascimento está transferência para o voleibol japonês. O maior pontuador da história da Superliga assinou contrato, de uma temporada, com o Suntory Sunbirds.

O jogador de 32 anos e 1,95m chega ao clube japonês para assumir a vaga do compatriota Théo, repatriado nesta temporada pelo RJX, nova equipe do Rio de Janeiro.

Essa será a primeira experiência do oposto brasileiro no voleibol asiático. Canha já teve passagens pelo voleibol grego (2003) e italiano (2005 a 2007).

Universo do Vôlei

(LIGA NACIONAL) Torneio masculino começa nesta terça-feira

Oito equipes masculinas em busca de duas vagas na Superliga (Foto: Divulgação/CBV)

Oito times, sete estados. A partir desta TERÇA-FEIRA (30.08), no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ), equipes masculinas de norte a sul do país, entrarão em ação para a disputa da fase final do torneio masculino da décima edição da Liga Nacional de vôlei. Os dois finalistas garantirão acesso à Superliga 11/12, desde que preencham os pré-requisitos do regulamento da principal competição entre clubes do país.

As oito equipes finalistas estão divididas em dois grupos. Na fase classificatória, os times duelam contra os adversários de seus respectivos grupos e os dois mais bem colocados passam para as semifinais, que também serão realizadas no Aryzão. A final masculina será disputada no ginásio Recreio do Trabalhador, na Siderurgia CSN, em Volta Redonda (RJ), no dia três de setembro, às 9h30, com transmissão do canal Sportv.

As primeiras equipes a entrar em quadra serão Clube do Remo (PA) e Funvic (SP), a partir das 10h. Às 12h, duelarão Sport Club Recife (PE) e A. Blumenau Pró-Vôlei (SC). As duas partidas serão válidas pelo grupo A. Na parte da tarde, outros dois desafios, estes pela chave B. Às 15h, a UFJF (MG) enfrentará a Escola do Corpo (SP) e, às 17h, o A. Rio Negro Clube (AM) jogará contra a Upis (DF).

TABELA FASE FINAL MASCULINA

Torneio feminino terá início nesta quarta-feira

Os clubes femininos entrarão em ação a partir de QUARTA-FEIRA (31.08). Aprov/PM Chapecó (SC) e Clube do Remo (PA) serão os primeiros a duelar, a partir das 10h. Às 12h, Sport Club Recife (PE) enfrentará Rio do Sul/Manoel Marchetti/Unimed (SC). Os dois duelos são válidos pelo grupo A. Na sequência, às 15h, o Ferroviário A.C. (RO) jogará contra a Escola do Corpo (SP) e, no encerramento da rodada, a partir das 17h, o Clube Náutico Araraquara (SP) medirá forças com o Clube Fênix de Rio Verde (GO). As partidas serão válidas pela chave B.

Divulgação

(PAULISTA) Oposto Bob satisfeito com início de Paulista da Medley/Cam​pinas

Bob comemora bom início de sua equipe no estadual (Foto: Divulgação)

Com 100% de aproveitamento nas três primeiras rodadas, a Medley/Campinas é um dos líderes do Campeonato Paulista Masculino de Vôlei, ao lado do Vôlei Futuro. No último sábado, mesmo jogando fora de casa, os campineiros bateram o BMG/São Bernardo por 3 a 2.

O bom início da competição deixou o oposto Bob bastante satisfeito. “Estamos evoluindo, tanto na parte técnica quanto no entrosamento. Acho que essa boa campanha no começo do campeonato é reflexo disso”, analisou atacante contratado após brilhar com a camisa da Cimed nas duas últimas temporadas.

Fazendo uma comparação com a Copa São Paulo, vencida pelo SESI-SP e em que a Medley/Campinas sequer chegou à final, Bob garante que o time cresceu muito de produção.

“Chegamos à Copa praticamente sem ter enfrentando nenhum adversário de nível mais alto. Desde então melhoramos muito e acredito que se o torneio acontecesse neste final de semana, a história seria outra. Mas o importante é perceber que estamos no caminho certo e vamos seguir trabalhando forte, pois nosso objetivo é lutar pelo título do Paulista”, finalizou o oposto.

Divulgação

(MUNDIAL INFANTO) Brasil vence Irã e termina em nono lugar

Brasil terminou o Mundial na nona colocação (Foto: Divulgação/FIVB)

Em sua última participação no Mundial, a seleção brasileira infanto-juvenil masculina de vôlei foi protagonista do jogo mais longo do torneio, além de sair vitoriosa de um set com a maior parcial. Na noite deste DOMINGO (28.08), no ginásio Polideportivo Municipal, em Almirante Brown, na Argentina, a equipe verde e amarela, treinada por Percy Oncken, venceu, em duelo muito equilibrado, o Irã por 3 sets a 2 (39/37, 26/28, 26/24, 18/25 e 15/11), em 2h43 de partida. Com o resultado, o Brasil conseguiu o nono lugar no campeonato.

Os iranianos Javad Hosseinabadi e Pourya Fayazi foram os maiores pontuadores do jogo, com 27 pontos cada. Do lado brasileiro, o ponteiro João também se destacou, com 26 acertos. O oposto Alan também teve boa atuação e pontuou 21 vezes.

“Finalmente recuperamos a nossa confiança e o nosso espírito de luta. Brasil e Irã são grandes equipes e que mereciam estar na Bahia Blanca para a fase final. Espero conseguir uma melhor posição no próximo campeonato”, declarou Percy Oncken, técnico do Brasil.

“As duas seleções fizeram uma ótima partida. Jogamos com o nosso coração”, disse o levantador e capitão da equipe brasileira, Thiago Veloso.

A delegação verde e amarela no Mundial teve a seguinte formação: Thiago e Felipe (levantadores), Alan e Wagner (opostos), Leandro, Flávio e Tarcísio (centrais), Jonatas, João Rafael, Álisson e Henrique (ponteiros), além do líbero Rogério.

Na história da competição, o Brasil tem seis títulos mundiais: 1989, 1991, 1993, 1995, 2001 e 2003.

Ouro, prata e bronze

A equipe da Sérvia conquistou o título Mundial. Na decisão contra a Espanha, os sérvios derrotaram os espanhóis por 3 sets a 2 (25/23, 25/19, 28/30, 16/25 e 15/11), em 2h09 de jogo.

Sérvios ficaram com o título do Mundial (Foto: Divulgação/FIVB)

“Parabéns aos dois times. Foi uma verdadeira batalha. Jogamos bem durante os dois primeiros sets e depois diminuímos o nosso ritmo de jogo. Mas no quinto set jogamos como verdadeiros campeões. Não tenho palavras para descrever o sentimento. É muito importante para a nossa nação”, comentou Uros Kovacevic, capitão da Sérvia.

O terceiro lugar no pódio foi ocupado pela seleção de Cuba. Na disputa pelo bronze, os cubanos venceram o time da França por 3 sets a 0 (25/18, 25/17 e 25/21), em 1h17.

Os melhores do Mundial

Melhor jogador: Uros Kovacevic (Sérvia)
Maior pontuador: Andres Villena (Espanha)
Melhor atacante: Lazaro Fundora (Cuba)
Melhor bloqueio: Alejandro Vigil (Espanha)
Melhor saque: Yordan Bisset (Cuba)
Melhor levantador: Antoine Brizard (França)
Melhor recepção: Ramiro Nuñez (Argentina)
Melhor líbero: Richard Quentin (França)

Classificação final

1) Sérvia

2) Espanha

3) Cuba

4) França

5) Argentina

6) Bulgária

7) Grécia

8) China

9) Brasil

10) Irã

11) Estados Unidos

12) Egito
13) Rússia

14) Coreia do Sul
15) Porto Rico
16) Tunísia

Divulgação

domingo, 28 de agosto de 2011

(AMISTOSO) Praia Clube fecha com 100% série de amistosos contra Macaé

Visando o Mineiro, Praia desafiou o Macaé em amistoso (Foto: Divulgação)

A equipe Banana Boat/Praia Clube entrou em quadra neste domingo (28), para disputar o terceiro e último jogo amistoso contra o time do Macaé Sports.

Na primeira partida, realizada sexta-feira (26), o grupo praiano dirigido pelo técnico Spencer Lee superou a equipe carioca por 3 sets a 0. O destaque da partida foi a oposta, Monique, que assinalou 14 pontos.

No sábado (27) novamente a equipe Banana Boat/Praia Clube não deu chance as adversárias, e fechou o placar em 3 sets a 0. Destaque para a meio-de-rede, Angélica, que assinalou 18 pontos.

E no domingo, não foi diferente! A vitória praiana e o placar em 3 a 0 voltaram a se repetir, com parciais de 25/11, 25/18, 25/10). Desta vez, a ponta Elis foi quem mais pontou, 20 pontos.

Entretanto, com a finalidade de treinar e melhorar o funcionamento em quadra, nos dois últimos dias, ambas as equipes concordaram em dar sequência ao jogo e realizaram mais dois sets. O time praiano manteve o ritmo de jogo, e finalizou com vitória todos os sets.

Divulgação

(TORNEIO INTERNACIONAL) Visando o Sul-Americano, Bruninho destaca importânci​a dos amistosos da seleção

Bruninho alerta perigo contra Argentina no Sul-Americano (Foto: Divulgação/CBV)

A seleção brasileira masculina de vôlei venceu os dois amistosos que disputou neste final de semana no Ginásio do Maracanãzinho. No sábado, os comandados do técnico Bernardinho fizeram 3 a 0 no Japão, enquanto neste domingo a vitória sobre a Alemanha foi pelo placar de 3 a 1.

Para o levantador Bruninho, os jogos foram de grande importância na preparação da equipe para o Campeonato Sul-Americano, que será realizado de 19 a 25 de setembro na cidade de Cuiabá.

“Enfrentamos duas seleções de alto nível e que exigiram bastante da nossa equipe. Isso é excelente, pois aponta o que precisamos aprimorar até o início do Sul-Americano”, disse o camisa 1.

PARADA DURA

Bruninho acredita que o torneio continental, que irá classificar os finalistas para a Copa do Mundo do Japão, no final do ano, promete ser o mais equilibrado dos últimos tempos.

“A Argentina vem fazendo uma excelente temporada, chegando inclusive à semifinal da Liga. Além disso, eles sempre crescem contra a gente por causa da rivalidade. O Sul-Americano será mais uma parada dura e, desde já, contamos com o apoio da torcida do Mato Grosso”, convoca o levantador da seleção.

Divulgação

(GRAND PRIX) Seleção feminina desembarca no Brasil nesta terça-feira

Meninas chegam no Brasil nesta terla-feira (Foto: Divulgação/FIVB)

Depois de 30 dias de competição, jogadoras e comissão técnica da seleção brasileira enfim voltarão para casa. A equipe sairá de Macau na manhã desta SEGUNDA-FEIRA (29.08) (horário local) e desembarcará no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, no início da manhã de TERÇA (30.08), no vôo LH506, às 5h25. Após seis dias de folga, a seleção se reapresentará no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ), no dia sete de setembro.

O Brasil segue como o maior vencedor do Grand Prix, com oito conquistas (94/96/98/04/05/06/08/09). A próxima competição das brasileiras será o Campeonato Sul-Americano, no Peru, a partir do dia 27 de setembro.

Divulgação

(TORNEIO INTERNACIONAL) Brasil vence a Alemanha por 3 a 1 e já foca no Sul-Americano

Brasileiros venceram o time da Alemanha (Foto: Divulgação/CBV)

A seleção brasileira masculina de vôlei venceu a Alemanha por 3 sets a 1, na manhã deste DOMINGO (28.08), no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, pelo Torneio Internacional. O confronto foi equilibrado e a equipe orientada pelo técnico Bernardinho ganhou com parciais de 33/31, 26/24, 22/25 e 25/23. Na manhã de sábado, no primeiro jogo, os brasileiros venceram o Japão por 3 sets a 0.

O Brasil utilizou os jogos como preparação para o Campeonato Sul-Americano, que será de 19 a 25 de setembro, em Cuiabá (MT). E, para o comandante da equipe verde e amarela, os dois jogos pelo Torneio Internacional foram importantes. Sobre a partida deste domingo, Bernardinho cobra a evolução em alguns detalhes.

“Defendemos um pouco abaixo do que estamos acostumados e não convertemos os contra-ataques criados por nós. Mas foi um bom teste no sentido de avaliar efetivamente em que nível está a equipe”, comentou Bernardinho.

O levantador Marlon também destacou que o grande valor do Torneio foi proporcionar a oportunidade de dar ritmo de jogo. “Temos alguns pontos importantes onde precisamos melhorar, como o sistema de bloqueio e defesa, principalmente os bloqueios nas bolas altas, onde não há tanta velocidade. Mas esses jogos foram importantes para colocarmos em prática as semanas de treinamentos que fizemos em Saquarema”, disse Marlon.

O ponteiro Murilo foi o maior pontuador do Brasil, com 26 acertos. O oposto Leandro Vissotto, que marcou 12 pontos, também destacou o valor do Torneio Internacional.

“Foi bom, pois foi uma ótima chance de ganharmos ritmo de jogo. Acredito que tenha sido importante para o Bernardo achar a melhor formação da equipe para o Sul-Americano, já que o nível é muito parecido entre os jogadores de todas as posições”, explicou Vissotto.

Após o Torneio Internacional, a seleção brasileira permanece no Rio, onde treina até a próxima quarta-feira (31.08), quando os atletas serão liberados. Os treinamentos serão retomados na segunda-feira (dia 5), no Aryzão, o Centro de Treinamento do Voleibol, em Saquarema (RJ).

Divulgação

(GRAND PRIX) Brasil domina premiação individual

Três atletas brasileiras debutaram no pódia (Foto: Divulgação/FIVB)

Após ter ficado com a medalha de prata, as brasileiras Thaísa, Dani Lins e Fernanda Garay garantiram um lugar no pódio entre as melhores jogadoras do Grand Prix 2011.


A central Thaísa foi eleita a melhor sacadora, a levantadora Dani Lins a melhor em sua posição e a Fernanda Garay a melhor passadora. A norte-americana Destinee Hooker foi eleita a jogadora mais valiosa do torneio (MVP).

Confira as melhor jogadoras:

MVP: Hooker (EUA)
Melhor atacante: Rasic (Sérvia)
Melhor bloqueadora: Morozova (Rússia)
Melhor sacadora: Thaísa (Brasil)
Melhor passadora: Fernanda Garay (Brasil)
Melhor líbero: Kuzyakina (Rússia)
Melhor levantadora: Dani Lins (Brasil)
Maior pontuadora: Brakocevic (Sérvia)
Troféu Fair Play: Ruogi Hui (China)


Universo do Vôlei

(GRAND PRIX) EUA vencem Brasil e conquistam o bicampeonato

Norte-americanas faturaram o título do Grand Prix 2011 (Foto: Divulgação/FIVB)

O Brasil terminou na segunda colocação no Grand Prix 2011. Neste DOMINGO (28.08), os Estados Unidos venceram as brasileiras por 3 sets a 0 (26/24, 25/20 e 25/21), em 1h26 de jogo, no Macau East Asian Games Dome, em Macau, na China. Com o resultado, as americanas conquistaram o bicampeonato, totalizando o quarto título da seleção torneio. Apesar da derrota na final, o time verde e amarelo teve uma campanha memorável na competição, com 13 vitórias e apenas uma derrota.

A oposto americana Destinee Hooker foi a maior pontuadora da partida, com 16 pontos. A ponteira Logan Tom também teve uma boa atuação, com 14 acertos. Pelo lado brasileiro, Natália marcou 11 pontos e Sheilla, 10.

"Elas jogaram muito, muito bem, nos deram uma aula de vôlei", admitiu o técnico José Roberto Guimarães. "Fomos mal na defesa e bloqueio, só conseguimos dois bloqueios no jogo, e é muito difícil jogar assim contra um time como o dos Estados Unidos, que jogou em alto nível."

A capitã Fabiana também reconheceu o melhor dia das adversárias. "Elas fizeram um excelente jogo, jogaram com vantagem em todo o jogo e foram melhores do que nós na defesa e no bloqueio", reforçou a camisa 1.

Brasileiras ficaram com a prata (Foto: Divulgação/FIVB)

"É sempre um desafio jogar contra o Brasil, o melhor time do mundo. Tivemos que jogar com muita disciplina e concentração para manter a estratégia do jogo. Jogamos realmente muito bem", disse o técnico da seleção norte-americana Hugh McCutcheon.

"Estou muito orgulhoso do time, não apenas pela vitória, mas por todos os jogos dessa longa competição, em que evoluímos", encerrou McCutcheon.

O JOGO

Os Estados Unidos começaram melhor a partida. Com bons bloqueios e um saque eficiente, as americanas abriram seis pontos (11/5). Com uma boa sequência de saques da ponteira Natália, a vantagem americana caiu para dois pontos (10/12). Neste momento, foi a vez da ponteira americana, Logan Tom, acertar uma boa sequencia de saques e as americanas aumentaram a diferença no placar para cinco pontos (15/10). Com um bom volume de jogo e se aproveitando dos erros dos EUA, as brasileiras viraram o placar (18/17). O set seguiu ponto a ponto até o final. Em um ponto de contra-ataque, as americanas venceram o primeiro set por 26/24.

O segundo set foi marcado pelo equilíbrio. As equipes se alternavam na liderança. Na segunda parada técnica os EUA venciam por um ponto (16/15). O saque americano passou a incomodar a recepção brasileira e os Estados Unidos abriram quatro pontos (19/15). As atuais campeãs do torneio seguraram a vantagem até o final e fecharam o set por 25/20.

Os EUA dominaram a terceira parcial. Com muito volume de jogo, além de um saque forçado, as americanas fecharam a parcial por 25/21 e o jogo por 3 sets a 0.

Sérvia venceu a Rússia e conquistou a inédita medalha de bronze (Foto: Divulgação/FIVB)

Na disputa pela medalha de bronze, a Sérvia superou a Rússia por 3 sets 0, em 1h11 de partida. Essa foi a primeira medalha das sérvias na história da competição.

Classificação final:

1° Estados Unidos
2° Brasil
3° Sérvia
4° Brasil
5° Japão
6° Tailândia

7° Itália
8° China
9° Coreia
10° Polônia
11° Cuba
12° República Dominicana
13° Alemanha
14° Argentina
15° Kazaquistão
16° Argentina

Divulgação/Universo do Vôlei

(GRAND PRIX) Sérvia faz 3 a 0 na Rússia e fatura inédito bronze

Sérvias comemoram inédito bronze no Grand Prix (Foto: Divulgação/FIVB)

A Sérvia surpreendeu a Rússia e conquistou neste domingo a inédita medalha de bronze do Grand Prix, em sua primeira participação na competição. Em partida realizada em Macau, o time de Gamova e cia não foi páreo para as balcânicas, que faturaram o terceiro lugar no torneio com uma vitória por 3 sets a 0 (25/21, 25/20 e 25/16).

Diante dos muitos erros das russas, a oposta Brakocevic se destacou ao marcar 17 pontos. Foi o melhor resultado da equipe sérvia em toda a história da competição, somando-se também as campanhas desde as participações como Iugoslávia.

Universo do Vôlei

sábado, 27 de agosto de 2011

(MUNDIAL INFANTO) Brasil derrota Estados Unidos

Alan marcou 15 pontos para o Brasil (Foto: Divulgação/FIVB)

Depois de ver adiado o sonho do heptacampeonato, a seleção brasileira infanto-juvenil masculina de vôlei segue acumulando vitórias no Mundial. Após vencer Tunísia, Porto Rico e Egito, o Brasil derrotou mais um adversário. Neste SÁBADO (27.08), no ginásio Polideportivo Municipal, em Almirante Brown, na Argentina, a equipe verde e amarela, treinada por Percy Oncken, superou os Estados Unidos por 3 sets a 1 (25/20, 25/23, 23/25 e 25/16), em 1h45 de partida.

Em busca da melhor classificação do nono ao 10º lugar, o time brasileiro voltará à quadra neste DOMINGO (28.08) para duelar contra o vencedor do jogo entre Egito e Irã. Egípcios e iranianos se enfrentarão neste sábado, a partir das 21h (de Brasília).

No confronto contra os americanos, o brasileiro Alan foi o principal pontuador do jogo, com 15 pontos, sendo 12 de ataque e três de bloqueio. Com 13 acertos na partida, Jonatas também se destacou pela equipe do Brasil. Do lado dos Estados Unidos, dois atletas pontuaram 13 vezes cada: Austin e Matthew.

BRASIL – Thiago, Alan, Jonatas, Leandro, Flavio e Henrique. Líbero: Rogério
Entraram: Felipe, Wagner, Tarcísio e João

ESTADOS UNIDOS – Nikola, Cody, Austin, Aaron, James e Matthew. Líbero: Andrew
Entraram: Scott, Gregory, Matthew e Benjamin

Divulgação

(AMISTOSO) Banana Boat/Praia Clube vence novamente Macaé em amistoso

Cariocas foram superadas por mineiras (Foto: Divulgação)

A equipe Banana Boat/Praia Clube entrou em quadra neste sábado (27), para disputar o segundo jogo amistoso contra o time do Macaé Sports. Na primeira partida, realizada sexta-feira, o grupo praiano dirigido pelo técnico Spencer Lee superou a equipe carioca por 3 sets a 0. E neste sábado novamente a equipe Banana Boat/Praia Clube não deu chance as adversárias, e fechou o placar em 3 sets a 0, com parciais de: (25/20, 25/13, 25/12).

Porém, com a finalidade de treinar e melhorar o funcionamento em quadra, ao término da partida, as duas equipes concordaram em dar sequência ao jogo e realizar mais dois sets. O time praiano manteve o ritmo de jogo, e finalizou com vitória os cinco sets. As últimas parciais foram: (25/12, 25/17). Destaque para a meio-de-rede, Angélica, que assinalou 18 pontos.




Vale lembrar, que neste domingo (28), as equipes voltam a se enfrentar, no ginásio Waltercides Borges de Sá (G3), às 11h.

Divulgação

(PAULISTA) De virada, Medley/Campinas vence BMG/São Bernardo no tie-break

Campineiros venceream os laranjas mecânicas no tie-break (Foto: Divulgação)

A Medley/Campinas conquistou a terceira vitória no Campeonato Paulista Masculino de Vôlei. De virada, a equipe derrotou o BMG/São Bernardo por 3 a 2 (22-25, 25-23, 21-25, 25-20 e 15-11), em partida disputada hoje (27), no ginásio Adib Moyses Dib (Poliesportivo), na cidade do ABC.

"Já esperávamos por um jogo equilibrado. O time deles é jovem e muito alto, com jogadores de bastante qualidade. Mas, felizmente, conseguimos fazer com que nossa experiência nos desse um pouco de vantagem e decidimos no momento final", avaliou Rodriguinho, levantador da Medley.

O técnico do time campineiro, Cacá Bizzocchi, disse que gostou do desempenho de seus comandados, apesar de alguns erros cometidos. "Nosso contra-ataque não funcionou tão bem durante todos os sets. Porém, ainda é fase de evolução, já que a temporada está apenas começando. Era um jogo chave para a gente. Por isso, conseguir vencer e, ainda mais, fora de casa foi ótimo."

O oposto Bob, da equipe vencedora, foi o maior pontuador do confronto, com 16 bolas no chão.

“Os jogadores que estavam com a seleção de novos (Renan, Mineiro, Túlio e Isasc) chegaram na quinta-feira, não conseguimos treinar com o time completo e essa semana iremos acertar detalhes que nos fizeram sair com o resultado negativo hoje”, avaliou Alê Stanzioni, técnico do BMG/São Bernardo.

Divulgação