Páginas

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

(PAN-AMERICANO) Quinteto da Cimed/Sky comemora convocação para o Pan

Convocados para o Pan posam com o mar de Maceió ao fundo (Foto: Marcilênio Arruda)

A Cimed/SKY será a base da seleção brasileira que vai disputar o torneio masculino de vôlei nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011, no México, que será realizado entre 24 e 29 de outubro. A equipe tetracampeã da Superliga Masculina cederá cinco jogadores ao Brasil, que mesclam experiência com juventude: os levantadores Bruninho e Murilo, os centrais Gustavo e Éder e o ponteiro Renato Russomano.


Bruninho e Gustavo já têm longa experiência com a seleção. O levantador, campeão mundial em 2010, começou a ser regularmente convocado exatamente na última edição do Pan, no Rio de Janeiro, em 2007. "Conquistamos o ouro do Pan na minha convocação em 2007 e sabemos das dificuldades para alcançar este título. Mas com o empenho inclusive dos meus companheiros de time, vamos preparados para disputar mais uma medalha", afirmou.

Já o central, com dois títulos mundiais (2002 e 2006) e uma medalha de ouro olímpica (2004) no currículo, voltou a representar o Brasil no meio desta temporada, após dois anos de ausência. "É sempre um prazer enorme poder servir a seleção, e quando o Bernardo me perguntou se poderia ir, me coloquei à disposição imediatamente. Acredito que poder mesclar a experiência com jogadores mais jovens pode ser um bom caminho para buscar a medalha. Lembro muito dos meus tutores quando fiz o meu primeiro Pan em 1997 e espero contribuir com quem está chegando, assim como eles contribuíram comigo", disse.

Não foi a primeira convocação de Éder para a seleção, mas o Pan-Americano pode servir como uma espécie de recomeço. Uma contusão no púbis afastou o atleta das convocações nos últimos anos, e o jogador vem reconquistando seu espaço pouco a pouco. "Vai ser uma competição muito importante para o Brasil e para mim. Estou tentando voltar e retomar meu espaço na seleção aos poucos. Quero ajudar a seleção a jogar bem e buscar mais um título", comentou.

Se Bruninho, Gustavo e Éder estão acostumados a servir à seleção adulta, para os outros dois jogadores da Cimed/SKY convocados, será a primeira vez. Murilo e Renato Russomanno já jogaram por seleções de base e militar, mas nunca tinham sido chamados para a principal.

Para o levantador, é o começo de uma trajetória em busca do aprimoramento de sua carreira. "Vamos trabalhar bem forte para conquistarmos o Pan-Americano. Eu estou indo para aprender e evoluir. Quero ajudar a equipe e crescer como atleta. Tenho muita coisa para evoluir", declarou.

A primeira convocação para Renato é a oportunidade que surgiu após muito tempo de trabalho. "Ser convocado foi a melhor sensação do mundo. Recebi essa convocação até com uma certa surpresa. Jogar uma competição como o Pan-Americano pelo Brasil vai ser uma grande felicidade. Já tive uma experiência com a seleção militar. Com a seleção principal, vai ser uma coisa de outro mundo. Quero fazer o meu melhor possível, treinar e trabalhar muito para conseguir trazer essa medalha para o Brasil e agarrar essa oportunidade", celebrou.

"A primeira convocação do Murilo e do Renato vai ajudar a equipe nesta competição, pois o Murilo participou de todas as categorias de base da seleção e está mais do que preparado e o Renato está acostumado a disputar finais em grandes competições", destacou Bruninho.

Divulgação

(PAULISTA) Em noite dos centrais, BMG/São Bernardo faz 3 a 0 em cima de Atibaia


Isac (12) e Luisinho (10) foram os destaques da partida contra Atibaia (Foto: Divulgação)

Nesta sexta-feira (30) a equipe masculina do BMG/São Bernardo conquistou vitória importante na abertura do segundo turno do Campeonato Paulista. Jogando em casa, a equipe do ABC não deu chances ao Climed/Atibaia, fechando o jogo em três sets a zero, parciais de 25/16, 25/19 e 25/20.

O destaque da partida foi o central Isac, que marcou 14 pontos, tendo um aproveitamento de 78% na definição das bolas. “Era a vitória que precisávamos para começar esse segundo turno e continuar na busca do nosso objetivo que é chegar à semifinal. Conseguimos colocar em prática tudo o que fizemos durante a semana nos treinos, valeu o empenho da equipe durante a semana para o resultado desse jogo”, avaliou o camisa 12.

Quem também foi bem acionado na partida, ajudando o grupo com seus bloqueios foi o outro central do BMG/São Bernardo. Luisinho creditou a boa vitória da equipe ao esforço do grupo em amenizar os erros do primeiro jogo diante de Atibaia.

“Conseguimos aqui amenizar os erros e isso facilitou nossas jogadas, aqui tivemos outra postura em quadra do que naquele primeiro jogo, mesmo com alguns erros na partida de hoje, conseguimos ter a cabeça no lugar e controlar as ações”, declarou o camisa 10.

Para o técnico Alê Stanzioni, a vitória de hoje representa além dos pontos conquistas, mostra o caminho a seguir nesse segundo turno. “Mostra uma evolução do conjunto, que conseguimos consertar o que estava errado e vimos nesse jogo o que é importante para nosso grande objetivo que é a classificação para as semifinais”, finalizou. Antes de começar os treinos em Saquarema com a Seleção Brasileira que irá disputar o Pan-Americano em Guadalajara, no México, o técnico Rubinho acompanhou a partida no Ginásio Poliesportivo.

Divulgação

(PAULISTA) Com Adenízia, Sollys/Nes​tlé recebe São Caetano na abertura do 2º turno

Central Adenízia estava à serviço da seleção (Fabio Rubinato/AGF)

O segundo turno do Campeonato Paulista começa neste sábado para o Sollys/Nestlé. Diante de sua torcida, o time comandado pelo técnico Luizomar de Moura recebe o São Caetano, às 11h, no Ginásio Municipal José Liberatti, em Osasco. Este será o segundo jogo da central Adenízia, que retornou da Seleção Brasileira para ajudar o Sollys nas disputas da competição estadual e do Campeonato Mundial de Clubes, que será disputado no Qatar, de 08 a 14 de outubro. Porém, antes da viagem, Adenízia e suas companheiras terão dois confrontos importantes pelo Paulista e o primeiro é diante do time do ABC.

“O jogo deste sábado é extremamente importante para a nossa equipe, que busca melhorar e ganhar posições no Paulista. O São Caetano é um time jovem e vem motivado depois do excelente jogo que fez contra o Sesi-SP. Elas possuem um time alegre e com algumas atletas que já atuaram no Sollys. Considero que essa partida será muito importante para as duas equipes”, destacou Adenízia, que é titular absoluta do Sollys/Nestlé e tem em seu currículo os títulos da Superliga 2009/2010 e o vice-campeonato do Mundial de Clubes de 2010.

Adenízia retorna ao Sollys/Nestlé após ser liberada pela Seleção Brasileira, aonde não vinha atuando com frequência. Apesar de jogar pouco, a central esteve no grupo que ficou com a segunda posição no Grand Prix, quando o Brasil perdeu a decisão para os Estados Unidos. Retomando aos poucos o ritmo, Adenízia admite que ainda não está no melhor da sua forma, porém, demonstra enorme motivação e entusiasmo para ajudar suas companheiras em quadra.

“Estou adorando e bastante feliz por estar de volta ao Sollys/Nestlé podendo ajudar as meninas. Ainda não estou 100% dentro de quadra, mas o importante neste momento é poder ajudar em tudo que puder. Seja no ataque, na defesa ou no bloqueio, neste sábado preciso colaborar com a equipe. Tenho que aproveitar essa oportunidade porque será um crescimento para mim, já que estar dentro de quadra é totalmente diferente, pois você pega mais ritmo e amadurece mais rápido”, comentou a atleta.

Após os sete confrontos do primeiro turno, o Sollys/Nestlé aparece com a mesma pontuação do líder Vôlei Futuro e do vice-líder SESI-SP, porém, ocupa a terceira colocação devido aos critérios de desempate. Além do São Caetano, neste sábado, o Sollys ainda enfrenta o Pinheiros, na segunda-feira, às 19h, fora de casa, e, em seguida, embarca para Doha, no Qatar, onde disputa o Mundial de Clubes e estreia no dia 09 de outubro contra o Chang, da Tailândia.

Divulgação

(MINEIRO) BMG/Macken​zie tem fim de semana decisivo pelo Mineiro

Meninas do Mackenzie querem se garantir na final (Foto: Divulgação)

O Campeonato Mineiro Feminino de Vôlei terá neste final de semana a realização do segundo circuito da fase de classificação com três partidas no ginásio do Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte.

O BMG/Mackenzie, que na etapa inicial, em Uberlândia, obteve uma vitória e sofreu uma derrota, vai enfrentar neste sábado o Banana Boat/Praia Clube e, no domingo, o Usiminas/Minas.

“Fizemos uma preparação especial nos últimos dias e conversamos bastante sobre a importância dos jogos deste final de semana. Se conseguirmos duas vitórias, estaremos praticamente garantidas na final mesmo antes da realização do terceiro circuito”, disse a levantadora Nathalia.

O terceiro triangular do Campeonato Mineiro está programado para os dias 28, 29 e 30 de outubro no ginásio do Mackenzie Esporte Clube, em Belo Horizonte. A decisão do estadual será realizada em confronto único, previsto para 12 de novembro, na casa do time de melhor campanha ao longo da competição.

Divulgação

(PAULISTA) Após adaptação, líbero do BMG/São Bernardo quer returno 100% no Paulista

Neste sábado, 1º de Outubro, a equipe feminina do BMG/São Bernardo recebe no Ginásio do Baetão, às 16h, o Uniara/C. Náutico/Araraquara. Na abertura do Campeonato Paulista, o time do ABC venceu por três sets a dois, na casa das adversárias.

Após vitória importante na semana passada no fechando do turno, o time do técnico José Alexandre Devesa quer novo triunfo nesse final de semana. Para a líbero Ana Paula, o primeiro turno também foi de adaptação – ela deixou a função de ataque, para cuidar do passe do time.

“Foi um período de adaptação também esse primeiro turno. Achei que seria mais fácil me adaptar a nova função, mas não foi. O bom é que sei que posso fazer mais e isso me deixa muito motivada, tenho treinado muito para essa minha nova função na equipe”, declarou.

Ana Paula pede atenção para a jovem equipe do interior paulista. “Elas vem empolgadas para esse jogo, venceram os jogos universitários, tem um conjunto muito bom. Nesse momento, todos os jogos passam a ser importantes para nós visando a classificação na fase final, será um jogo de atenção”, finalizou.

Divulgação

(OUTROS) Voltaço vence primeiro jogo da final do Torneio Rio Sul

O Volta Redonda deu um grande passo para conquistar a 18ª edição do Intermunicipal Rio Sul de Vôlei. Jogando na noite desta quinta-feira fora de casa, o time do meio de rede Giovanni venceu o Rio das Flores por 3 a 0 (25/14, 25/21 e 25/21), no primeiro confronto da decisão do torneio que reúne equipes da região sul do Estado.

“Fizemos uma boa partida, mostrando qualidade em todos os fundamentos e dominando os três sets. Mas o Rio das Flores conta com uma equipe e termos que nos esforçar no jogo de volta para assegurar o título”, declarou Giovanni.

O segundo confronto da final está marcado para domingo às 10 horas da manhã no ginásio do Clube dos Funcionários, em Volta Redonda.

Divulgação

(PAN-AMERICANO) Campeão no Rio em 2007, Bruninho quer buscar o bi do Pan em Guadalajar​a

Campeão dos Jogos Pan-Americanos em 2007 no Rio de Janeiro, Bruninho terá a oportunidade de lutar pelo bi agora em outubro em Guadalajara, no México. O levantador da Cimed/Sky foi convocado para a seleção brasileira de vôlei, que será comandada pelo técnico Rubinho e se apresenta na próxima segunda-feira no CT da CBV em Saquarema.

“A conquista do Pan no Maracanãzinho, há quatro anos, foi um dos momentos mais marcantes da minha carreira. Estou bastante motivado e espero ajudar a trazer mais uma medalha de ouro para o Brasil lá em Guadalajara”, disse o camisa 1 da seleção.

Ao lado do central Gustavo, Bruninho será um dos mais experientes do grupo que irá representar o País. “O pessoal que foi convocado é muito bom e vem fazendo um grande trabalho nos clubes. Tenho certeza que com os treinos que faremos em Saquarema chegaremos ao México muito bem preparados”, prevê o levantador.

Divulgação

(INTERNACIONAL) Sada segue invicto e encara o Toray Arrows na semifinal nos EUA

O Sada/Cruzeiro segue invicto na luta pelo bicampeonato do Torneio Internacional de Irvine, nos Estados Unidos. Na noite dessa quinta-feira o time brasileiro venceu o Korean Air Jumbos por 3 a 1, parciais de 25/19, 25/22, 20/25 e 25/15. Com o resultado os cruzeirenses terminaram a fase classificatória no primeiro lugar da chave B e vão enfrentar os japoneses do Toray Arrows na semifinal desta sexta-feira, às 22h (hora de Brasília), no ginásio Crawford Court, em Irvine.

outra vaga na final será disputada entre o argentino Dream Bolivar, líder da chave A, e o Korean Air Jumbos, da Coreia do Sul. A decisão do torneio acontece na noite de sábado (0h de domingo no Brasil).

O ponteiro cubano Sanchez foi um dos destaques do jogo contra os coreanos, com 17 pontos. O central Rogério teve 14 marcações, sendo quatro de bloqueio. “Essa vaga na semifinal foi um passo importante e temos que nos preparar bem. Os times asiáticos têm um volume ofensivo diferente. Eles têm mais variações de ataque e usam quase toda a rede. Nesse aspecto o bloqueio é muito importante, e estamos conseguindo impor nosso ritmo. Temos que continuar assim, pois o nosso objetivo é o bicampeonato”, afirma o central Rogério.

Sexta, 30 - Semifinal
22h - Sada Cruzeiro x Toray Arrows (Japão)
00h – Drean Bolívar x Korean Air Jumbos

Divulgação

(PAN-AMERICANO) Wallace e Maurício comemoram convocação para o 1º Pan

Wallace (f) e Maurício comemoram convocação (Foto: Divulgação/CBV)

Após a Cofederação Brasileira de Vôlei (CBV) divulgar a convocação da Seleção Brasileira que irá disputar o Pan-Americano em Guadalajara, no México, dois jogadores ficaram emocionados em disputar pela primeira vez o torneio.

O oposto Wallace, do Sada Cruzeiro, e o central Maurício, do Vôlei Futuro, começaram nas categorias de base do Banespa (que depois virou Santander/São Bernardo) e acreditam que estar no Pan do México é uma recompensa por todo esse trabalho.

“Estou muito feliz pela convocação e confesso que fiquei surpreso também. Na minha posição há inúmeros jogadores muito bons, não imaginava que eu poderia ir para o Pan. Quero poder retribuir em quadra essa confiança do Rubinho. Acho que fiz uma sequencia boa de jogos nesse período que ficamos fora do Brasil (Evento Teste de Londres 2012 e Universíade) e isso me ajudou”, declarou o oposto Wallace que defende o Sada Cruzeiro.

A sensação foi a mesma do central Maurício, que faz aniversário nesta quinta-feira e que, até a temporada passada, defendia o São Bernardo e hoje está na equipe do Vôlei Futuro. “A expectativa é a melhor em disputar o Pan-Americano. É uma grande recompensa por tudo que passei desde as categorias de base, é mais uma oportunidade na seleção, estou confiante”, avisou o jogador.

Wallace foi um dos destaques da Superliga passada, ficando com a segunda maior pontuação do torneio. Maurício também se destacou no torneio nacional por um de seus principais fundamentos, o bloqueio. Os dois jogadores se apresentam em Saquarema na próxima segunda-feira, 03 de Outubro e embarcam para o México em 20 de Outubro.

Divulgação

(SUL-AMERICANO) Brasil vence o Chile

Central Juciely foi a maior pontuadora da partida (Foto: Divulgação/CSV)

Depois da vitória sobre o Paraguai na estreia do Campeonato Sul-Americano feminino de vôlei, a seleção brasileira, mais uma vez, não encontrou dificuldades para superar o adversário. Nesta QUINTA-FEIRA (29.09), no ginásio Miguel Grau de Callao, em Lima, no Peru, o time verde e amarelo venceu o Chile por 3 sets a 0 (25/8, 25/9 e 25/9), em 55 minutos de partida.

O Brasil voltará à quadra nesta SEXTA-FEIRA (30.09), às 22h (de Brasília), para duelar contra a Argentina. Antes, outros dois jogos da terceira rodada serão realizados: Uruguai x Colômbia, às 18h, e Chile x Paraguai, às 20h.

A central Juciely foi o destaque do jogo, com 12 acertos. Do lado chileno, Camila Pazdirek foi quem mais pontuou: oito vezes.

As brasileiras iniciaram a partida em ritmo acelerado e com facilidade abriram 16 a 2 no primeiro set. Embora tenham apresentado algum volume de jogo no decorrer do confronto, as chilenas não foram páreo para as comandadas de José Roberto Guimarães. Com os fundamentos funcionando, apesar de certos momentos de instabilidade, o Brasil seguiu firme para garantir a segunda vitória no torneio.

A ponteira Fernanda Garay, que entrou na segunda parcial da partida, comemorou o resultado já com o foco voltado para as rivais argentinas. “Estou muito feliz pela vitória de hoje. Amanhã temos o clássico contra a Argentina e acredito que será um jogo mais difícil. Estamos crescendo na competição e isso é importante para estarmos bem nos momentos decisivos”, declarou Fernanda Garay.

Técnico da equipe brasileira, Zé Roberto também ficou satisfeito com o triunfo sobre o Chile e com o crescimento do grupo. “O mais importante para o time é melhorar o nosso jogo, a recepção e o bloqueio. E isso conseguimos atuando com seriedade em quadra. Estou feliz com o rendimento da equipe”, afirmou o treinador.

O Brasil começou a partida com Dani Lins, Sheilla, Mari, Jaqueline, Juciely e Thaísa. Líbero – Fabi. Entraram: Fernanda Garay, Sassá e Fabíola.

Divulgação

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

(PAN-AMERICANO) Definida equipe masculina para os Jogos Pan-Americanos

Auxiliar de Bernardinho, Rubinho comandará o Brasil no Pan (Foto: Divulgação/CBV)

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) divulgou, nesta QUINTA-FEIRA (29.09), a lista de convocados da seleção brasileira masculina de vôlei para os Jogos Pan-Americano de Guadalajara, no México. O time será comandado por Rubinho, assistente-técnico de Bernardinho na equipe principal, e lutará pelo quarto título pan-americano (63, 83 e 2007).

Ao todo, foram convocados 12 jogadores que se apresentarão no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ), na próxima SEGUNDA-FEIRA (03.10), a partir das 11h. A convocação mescla atletas da Seleção de Novos com jogadores da equipe principal.

Foram convocados os levantadores Bruno Rezende (Cimed/Sky) e Murilo Radke (Cimed/Sky); os centrais Éder Carbonera (Cimed/Sky), Gustavo Endres (Cimed/Sky) e Maurício Souza (Vôlei Futuro); os opostos Wallace Martins (Sesi-SP) e Wallace de Souza (Sada/Cruzeiro); os ponteiros Thiago Alves (Panasonic/Japão), Luiz Felipe Fonteles (RJX), Renato Russomano (Cimed/Sky) e Ricardo Lucarelli (Vivo/Minas), além do líbero Mário Jr. (Vôlei Futuro).

Os Jogos Pan-Americanos serão disputados entre os dias 24 e 29 de outubro, em Guadalajara, no México. Oito seleções disputarão a medalha de ouro. O Brasil está no grupo B, ao lado de Estados Unidos, Porto Rico e Canadá. Na chave A, jogarão Cuba, Argentina, Venezuela e México.

O Brasil é a atual campeã. Na edição de 2007, no Rio de Janeiro, a equipe comandada por Bernardinho superou os Estados Unidos na final e subiu no lugar mais alto do pódio para delírio dos torcedores que lotaram o ginásio do Maracanãzinho. Cuba ficou com a medalha de bronze.

Divulgação

(PAULISTA) Na abertura do returno, BMG/São Bernardo só pensa em vitória diante de Atibaia

No primeiro encontro, meninos do São Bernardo foram superados pelo Atibaia

Na abertura do returno do Campeonato Paulista, a equipe masculina do BMG/São Bernardo recebe o time da Climed/Atibaia, nesta sexta-feira (30) às 19h no Ginásio Poliesportivo, com entrada gratuita.

No início do Paulista, a equipe do ABC paulista foi superada pelo adversário no interior paulista, lembrando que o time de São Bernardo estava sem os jogadores que serviam a seleção B. Por isso, o levantador e capitão da equipe, Paulo Renan, quer nova história no duelo de amanhã.

“Aquela primeira partida tem que nos servir de parâmetro para os erros que comentemos lá, que não podemos cometer aqui em casa. Estamos em outro momento do campeonato, com a equipe reforçada, e só a vitória nos interessa nesta sexta”, sentenciou o jogador.

Para o técnico Alê Stanzioni o pensamento é o mesmo, buscando sempre a evolução em cada partida. “É outra realidade, naquele momento não estávamos com jogadores no banco para fazer alguma mudança tática, agora teremos mais alternativas durante a partida. Isso não significa que iremos vencer, mas que ajuda durante o jogo”, finalizou.

Divulgação
Foto: Divulgação

(MINEIRO) Usiminas/M​inas busca reabilitaç​ão no Mineiro, na Arena Vivo

Minastenistas ainda não veceram no Estadual (Foto: Divulgação)

A Usiminas/Minas entra em quadra nesta sexta-feira (30/9) em busca da reabilitação no Campeonato Mineiro de Vôlei Feminino de 2011. Pela primeira vez em casa, na Arena Vivo, neste ano, e depois de acumular duas derrotas em Uberlândia, no primeiro circuito deste Estadual, a equipe minastenista recebe o Banana Boat/Praia Clube amanhã, às 20h, no terceiro jogo da competição regional. No domingo (2/10), às 11h, ainda na Arena Vivo, o time comandado pelo técnico Jarbas Soares vai enfrentar a BMG/Mackenzie. A entrada será sempre franca.


Vale lembrar que o campeonato deste ano conta com as participações da Usiminas/Minas, da BMG/Mackenzie e do Banana Boat/Praia Clube. A competição é em três circuitos, com o primeiro já realizado em Uberlândia, onde as minastenistas perderam para BMG/Mackenzie (3 a 1) e para o Banana Boat/Praia Clube (3 a 0). Os circuitos seguintes estão confirmados para Belo Horizonte. Neste final de semana tem os jogos na Arena Vivo, e depois, no final de outubro, os jogos serão no Mackenzie.

As equipes se enfrentam nestes três circuitos e a final reunirá os dois mais bem ranqueados, com a decisão em apenas um jogo, no dia 12/11, no ginásio do time de melhor campanha.

O técnico Jarbas Soares disse que o momento é o de buscar a reabilitação. “Estamos trabalhando forte e com qualidade. As jogadoras estão focadas nesta necessidade de alcançarmos os resultados positivo nesta nova fase da competição. Já conhecemos nossas adversárias e treinamos muito também para corrigir as falhas que apresentamos nos jogos em Uberlândia. Mas o que vai fazer a diferença mesmo será a postura do time, além do espírito de superação de cada uma”, concluiu o treinador da Usiminas/Minas.

O treinador minastenista ainda não conta com Daymi Echevarria, que está em Cuba, além da jovem Carla, que segue em recuperação de cirurgia no joelho direito. Herrera, que não pôde participar do primeiro jogo em Uberlândia, cumprindo suspensão imposta no campeonato ano passado, voltou na segunda partida no Triângulo Mineiro, e é promessa de estar mais solta e eficiente nos jogos deste fim de semana.

Das juvenis que conquistaram a medalha de bronze com a Seleção Mineira na disputa do Campeonato Brasileiro Juvenil de Seleções, o técnico minastenistas convocou apenas Lenisse (oposta) para este jogo de amanhã, deixando Raquel (meio) e Marcella (levantadora) para as próximas partidas. Foram relacionadas ainda Cláudia, Natasha, Fernanda, Mariana, Dani, Tássia, Renata, Flavinha, Thamiris e Carol. O time para começar a partida de amanhã tem Claudinha, Natasha, Fernanda Isis, Mariana, Herrera, Dani e a líbero Tássia.

Divulgação

(PRÉ-TEMPORADA) Veteranas, F. Venturini e Valeskinha inspiram a moçada da Unilever


Fernanda: "Está sendo uma delícia. O papo é muito engraçado" (Foto: Divulgação)

Quando a levantadora Fernanda Venturini disputou sua primeira Olimpíada, em 1988, em Seul, Natália, Roberta, Mara, Juju e Ana Carolina, hoje suas companheiras na equipe Unilever, ainda nem haviam nascido. Fernanda, de 40 anos, e a meio-de-rede Valeskinha, de 35, são as jogadoras mais experientes do time carioca. O resultado dessa saudável mistura de gerações traz benefícios para ambos os lados. Enquanto as mais novas recebem importantes dicas de quem já tem uma história de sucesso em quadra, as mais velhas se divertem e também levam lições valiosas para casa.

Dona de três títulos nacionais conquistados com a Unilever nas temporadas 1997/98, 1999/00 e 2005/06, Fernanda está feliz por ter aceitado o desafio de voltar a jogar na temporada 2011/12. "Está sendo uma delícia. Vou contando minhas experiências, dando alguns toques. Essas jogadoras mais novas estão na fase do aprimoramento da técnica. Tenho facilidade de ler as jogadas, sei quem tem dificuldade no tempo de bola. De alguma forma, espero estar contribuindo para o crescimento delas", comenta Fernanda, que já conhece um pouco cada uma das novas companheiras.

"O papo é muito engraçado e todas têm características bem marcantes. Para mim, a Mara e a Régis são as mais engraçadas. Amandinha é uma lady. Valeskinha, com quem já joguei muito e tenho um bom entrosamento, é sempre brincalhona... O bom no grupo é que ninguém faz corpo mole na hora dos treinos", elogia a levantadora.

A meio-de-rede Mara, de 20 anos, caçula do time, conta que Fernanda não perdoa e pede mesmo para "acelerar mais o braço". Para ela, é uma honra jogar ao lado da "melhor levantadora do Brasil de todos os tempos". Segundo Mara, os conselhos de Fernanda e Valeskinha, que também é meio-de-rede, têm ajudado em seu desenvolvimento técnico. Quanto ao fato de ser considerada uma das mais engraçadas do grupo, responde: "Fazer o quê? Sou assim mesmo, espontânea", diz Mara. "É uma ironia do destino. Nunca tive oportunidade de ver a Fernanda jogar e agora sou sua companheira de time."

A levantadora Roberta, de 21 anos, reserva de Fernanda, conheceu tanto Fernanda quanto a campeã olímpica Valeskinha aos 8 anos, quando começou no projeto Esporte Cidadão, em Curitiba, em 1998. Na época, ambas defendiam a Unilever, então chamada de Rexona. "Lembro de que ficava deslumbrada de vê-las jogando. Sem dúvida, foram o meu espelho. Agora estou aqui, aprendendo com elas. Sonhei e consegui chegar lá", orgulha-se.

Para os assistentes-técnicos Helio Griner e Ricardo Tabach, que comandam o time na ausência do técnico Bernardinho (na seleção brasileira masculina), é importante haver esse equilíbrio entre jogadoras mais novas e atletas experientes. "Isso traz uma grande motivação. Muitas iniciantes tinham a Fernanda e a Valeskinha como exemplo, como ídolos. Hoje, estão juntas em uma equipe de ponta. É a inspiração e a realização caminhando juntas", ressalta Tabach.

Divulgação

(MINEIRO) Vivo/Minas retorna da Europa e agora só pensa no Mineiro


Anderson, medalha de ouro nos Jogos de Atenas, foi homenageado na Suíça

A Vivo/Minas está de volta à capital mineira e agora só pensa no Campeonato Mineiro. A equipe minastenista estava na Europa, onde conquistou o vice-campeonato do Torneio Mistral Avignon, na França, e ficou em primeiro lugar no Torneio do LUC/Lausanne Universidade Clube, na Suíça. O time comandado pelo técnico Marcelo Fronckowiak, que trabalhava no voleibol francês antes de vir para o Minas, disputou ainda jogos amistosos. Foram realizados nove partidas, com seis vitórias minastenistas.

O oposto Anderson, campeão mundial, pan-americano e medalha de ouro nos Jogos de Atenas/2004 e medalha de prata em Pequim/2008, foi homenageado no Museu Olímpico, em Lausanne, na Suíça. O jogador assinou o ‘Livre D’Or’, livro que reúne assinaturas dos campeões olímpicos que passaram pelo museu suíço. “Tivemos ali uma recepção de gala, com muita festa para Anderson”, comentou Marcelo Fronckowiak.

Em franca preparação para a Superliga 2011/12 e ainda disputando o Campeonato Mineiro da temporada, a equipe Vivo/Minas fez uma breve excursão na Europa, com jogos na França e na Suíça, que começou no dia 14/9. O técnico Marcelo Fronckowiak disse que foi importante a turnê europeia, onde a equipe minastenista disputou nove jogos e venceu seis. “Fiquei satisfeito com a viagem, com os jogos, onde identificamos pontos positivos e pontos a melhorar, salientando o bom ambiente no grupo, além da aquisição da rica experiência esportiva e cultural”, comentou o treinador da Vivo/Minas.

O primeiro desafio da Vivo/Minas foi o Torneio Mistral Naturex, em Avignon, no sul na França, em que o Minas ficou em segundo lugar. Lausanne, na Suíça, foi o desafio seguinte, com a disputa do Torneio LUC (Lausanne Université Club) e o Naefels. Com duas vitórias, a Vivo/Minas terminou em primeiro lugar. Em seguida veio um amistoso contra a LUC. Neste momento aconteceu um ‘treino em conjunto’ com a equipe local, atividade coordenada pelo técnico americano Shawn Patchell.

De volta na França, em Montpellier, a Vivo/Minas disputou dois jogos contra o time de mesmo nome da cidade francesa. A primeira partida, vencida por 3 a 0 pelos minastenistas, foi uma festa de gala com a apresentação oficial do time local. Na disputa seguinte, que encerrou a turnê, o Montpellier saiu vitorioso (4 a 0) depois de vencer a partida de quatro sets.

O técnico Marcelo Fronckowiak comentou que o grupo sofreu nos primeiros dias com o fuso horário, mas a turnê foi positiva. Fizemos boas apresentações, com muitas variações na equipe e utilização de todos os jogadores”, concluiu o treinador, que aproveitou os jogos na Europa para definir uma equipe base para a sequência do Estadual: Marcelinho, Edinho, Manius, Lucarelli, Otávio e Henrique, além do líbero Polaco.

Na Europa, o treinador contou com os seguintes atletas: Ricardo Lucarelli, Anderson, Bruno Temponi, Edinho, Guilherme Hage, Henrique, Polaco, Luizinho, Marcelinho, Manius, Michel, Orestes, Otávio, Rodrigo, Victor Hilmann e Victor Hugo.

Divulgação
Foto: Arquivo pessoal

(PAULISTA) Agora no Sesi-SP, Marina visita ex-clube na abertura do returno do Paulista

Marina jogou duas temporadas no Pinheiros (Foto: Gisa Alves)

O jogo desta sexta-feira fora de casa com o Pinheiros, pela primeira rodada do returno do Campeonato Paulista de Vôlei, terá um sabor especial para Marina Daloca. A central do SESI-SP vai voltar pela primeira vez ao ginásio do clube que defendeu entre 2009 e o primeiro semestre de 2011.

“Tive duas temporadas muito boas no Pinheiros, conquistando o bi do estadual. Deixei muitas amigas no clube e será legal revê-las. Mas agora sou atleta do SESI-SP e meu único pensamento amanhã (sexta-feira) será o de ajudar na conquista de mais uma vitória”, disse a meio de rede.

LUTA PELA LIDERANÇA

O time de Marina terminou o primeiro turno do Paulista com os mesmos 13 pontos do Vôlei Futuro e do Sollys/Osasco, mas ocupa a vice-liderança por possui set average inferior ao clube de Araçatuba e melhor que a equipe osasquense.

“A briga pelo primeiro lugar está bem acirrada e, por isso, temos que vencer o Pinheiros para permanecer nesse pelotão de frente do campeonato”, alerta a camisa 15 do SESI-SP.

Divulgação

(INTERNACIONAL) Líbero Serginho vibra com ponto raro em vitória do Sada/Cruzeiro no Torneio de Irvine

O Sada/Cruzeiro garantiu sua classificação para as semifinais do Torneio Internacional de Vôlei de Irvine, que acontece na Califórnia, nos Estados Unidos, após a vitória por 3 a 0 desta quarta-feira sobre os americanos do Quiksilver.

Mas o lance mais comemorado pelo time mineiro durante o confronto foi o ponto marcado pelo líbero Serginho. Como a função não permite atacar, sacar ou bloquear, o acontecimento é extremamente raro.

“Eu estou tão acostumado a vibrar com os pontos dos meus companheiros, que nem sabia o que fazer para comemorar o meu. Acabei dando uma pequena ‘volta olímpica’ em nossa quadra”, disse Serginho, aos risos.

NAS COSTAS DO LEVANTADOR

O experiente líbero, várias vezes finalista da Superliga com o Minas e o Sada Cruzeiro, descreveu o lance que resultou em seu tão comemorado ponto sobre o Quiksilver.

“A nossa terceira bola sobrou pra mim e eu mandei de toque por outro lado. Só que eu fiz isso nas costas do levantador, que se deslocava para receber. O time deles se confundiu e a bola acabou caindo”, detalhou Serginho.

COREANOS NESTA QUINTA-FEIRA

Líder do grupo B com duas vitórias, o Sada Cruzeiro enfrenta os sul coreanos do Korean Air Jumbos na noite desta quinta-feira, em confronto que irá decidir o primeiro colocado da chave. As semifinais do Torneio de Irvine acontecem nesta sexta-feira e a decisão do título está marcada para sábado.

Divulgação

(PAULISTA) Oposto Bob quer vitória da Medley na abertura do returno do Paulista

Três jogos abrem nesta sexta-feira o segundo turno do Campeonato Paulista Masculino de Vôlei. Um dos destaques é o confronto da Medley/Campinas, que recebe o São Caetano às 19h30 no Ginásio do Taquaral.

O oposto Bob quer aproveitar o excelente retrospecto do time capineiro como mandante para conquistar mais um resultado positivo. “Ganhamos todos os jogos que fizemos em casa na primeira metade do estadual e nosso pensamento é manter os 100% de aproveitamento iniciando o returno com mais uma vitória amanhã (sexta-feira)”, afirma o camisa 2.

SEQUÊNCIA EM CASA

Após o São Caetano, a Medley/Campinas irá fazer outros dois jogos no Taquaral, diante do BMG/São Bernardo, em 7 de outubro, e do São José/FootCompany, no dia 14.

“Temos que aproveitar essa sequência de jogos diante de nossa torcida para somar o maior número de pontos possível, pois queremos obter uma boa classificação para as semifinais”, finaliza Bob, cuja equipe ocupa a vice-liderança do Paulista com 12 pontos, dois atrás do Vôlei Futuro.

Divulgação

(MINEIRO) Banana Boat/Praia Clube disputa 2º Circuito do Estadual

Time praiano está invicto no Mineiro (Foto: Divulgação)

Depois de vencer os jogos do 1º Circuito do Estadual, a equipe Banana Boat/Praia Clube se prepara para os jogos contra BMG/Mackenzie e Usiminas/Minas, em Belo Horizonte. Com seis pontos conquistados, as comandadas do técnico Spencer Lee lideram o Campeonato Mineiro.

Neste fim de semana, o time praiano viaja a capital mineira para as partidas do 2º Circuito, que serão realizadas na Arena JK, do Minas Tênis Clube. A partida de abertura será entre Usiminas/Minas e Banana Boat/Praia Clube, às 20h, na 6ª feira. No dia seguinte, a equipe praiana enfrenta o BMG/Mackenzie, às 16h. Vale ressaltar que o Praia Clube busca o segundo título Estadual da história, o primeiro foi em 2006.

JOGOS DA EQUIPE EM BH:

Sexta-feira (30)
20h - Banana Boat/Praia Clube x Usiminas/Minas (Arena JK)

Sábado (1º)
16h - Banana Boat/Praia Clube x BMG/Mackenzie (Arena JK)

Divulgação

(PAULISTA) De olho na liderança, meninas do Sesi-SP encaram o Pinheiros

Time da indústria mira a liderança do Paulista (Foto: Préu Leão)

A equipe feminina do Sesi-SP, caçula do Campeonato Paulista de Vôlei, terminou o primeiro turno da competição dividindo a liderança com as rivais do Vôlei Futuro e Sollys/Nestlé, com 13 pontos.

Nesta sexta-feira (30), o time do Sesi enfrenta o Pinheiros, às 19h30, no ginásio Poliesportivo. Mesmo desfalcadas da levantadora Dani Lins e da ponteira Sassá – ambas na seleção brasileira de voleibol –, a equipe da indústria tentará manter o 100% de aproveitamento em jogos disputados fora de casa. No primeiro turno, o Sesi-SP derrotou o Pinheiros por 3 sets a 1.

Uma vitória por 3 sets a 0 dará ao Sesi-SP grandes chances de voltar a liderança, mas o técnico Talmo de Oliveira sabe que a partida será muito difícil. “Precisamos dos dois pontos da vitória. O primeiro turno foi muito difícil e nada indica que desta vez, na casa das adversárias, a partida será diferente. Elas são as campeãs estaduais e tem todo o nosso respeito”, afirmou o treinador.

Divulgação

(AMISTOSO) Cimed/SKY lota ginásio e vence Sport no Recife

Ginásio lotado para Cimed/SKY e Sport no Recife (Foto: Will Correia)

A Cimed/SKY iniciou sua turnê de amistosos pelo Nordeste com vitória. A equipe tetracampeã da Superliga bateu o Sport por 3 sets a 0 (25/19, 25/15 e 25/19), no ginásio da Ilha do Retiro, em Recife (PE), na noite desta quarta-feira (28/09). A partida serviu como preparação para a disputa da Superliga Masculina de Vôlei 2011/2012.

Torcedores lotam ginásio e participam de ações dentro da quadra com os jogadores

O público de Recife recebeu a equipe da Cimed/SKY de braços abertos. Cerca de 1.200 pessoas encheram as arquibancadas do ginásio do Sport para acompanhar a partida, ficar perto de seus ídolos e receber brindes durante o jogo. Alguns deles puderam até sentir a sensação de entrar na quadra e "participar" do jogo.

Assinantes da SKY e clientes da Cimed e das Lojas Bompreço do Recife foram chamadosno intervalo do segundo para o terceiro sets para concorrerem à uma camisa do Cimed/SKY. Ganhavam aqueles que acertassem um saque em uma de seis camisas que foram colocadas na quadra. Mas para facilitar o trabalho deles, jogadores da equipe tetracampeã da Superliga ajudaram com dicas e até substituindo os torcedores na hora de sacar.

No fim, a participação do público no amistoso foi um sucesso. Mais de 1t de alimentos foi arrecadada com a distribuição dos ingressos para a partida. Os jogadores não saíram sem falar com a imprensa, que foi em peso ao amistoso, dar autógrafos e tirar fotos com os fãs presentes no ginásio.

"Foi uma satisfação enorme de poder jogar aqui em Recife para um publico tão vibrante. As pessoas são muito apaixonadas por vôlei e não têm tido tanta oportunidade de acompanhar de perto, já que nenhum time daqui está disputando a Superliga. Espero poder voltar em breve e quem sabe jogar contra uma equipe daqui na competição", afirmou o central Gustavo.

"É impressionante sentir o calor humano dos torcedores aqui de Recife. Estava com saudades de jogar aqui e hoje pude reencontrar as arquibancadas lotadas e muita energia na quadra", falou Bruninho.

A passagem por Recife foi apenas a primeira da Cimed/SKY pelo Nordeste. A próxima parada da turnê é Maceió (AL), que receberá a reedição da final da Superliga Masculina 2009/2010, contra o Montes Claros (MG), nesta sexta-feira (30/09), às 20h00.

Veja resultados, datas, locais e horários dos jogos da Cimed/SKY no Nordeste

28/09/2011 - Cimed/SKY 3 x 0 Sport (25/19, 25/15 e 25/19), no Recife (PE)
30/09/2011 - Cimed/SKY x Montes Claros (MG), em Maceió (AL), 20h00
02/10/2011 - Cimed/SKY x Montes Claros (MG), em Fortaleza (CE), 10h00

Divulgação

(INTERNACIONAL) Sada Cruzeiro aplica 3 a 0 no Quiksilver e garante vaga na semifinal

Cruzeirenses estão nas semifinais do Torneio de Irvine (Foto: Divulgação)

O Sada/Cruzeiro não tomou conhecimento do adversário e na noite dessa quarta-feira venceu o americano Quiksilver por 3 sets a 0 pelo Torneio Internacional de Irvine, e garantiu uma vaga na semifinal da competição nos Estados Unidos. O jogo foi disputado no ginásio Crawford Court, na Universidade de Irvine. E apesar da torcida local os brasileiros mantiveram um ritmo forte em toda a partida e anotaram parciais de 25/18, 25/12 e 25/21.

O oposto cruzeirense Wallace foi o maior pontuador, com 14 pontos. O ponteiro Filipe foi o segundo maior anotador com oito pontos, mesmo número do atacante McKinney, da equipe americana.

Wallace ficou satisfeito com o desempenho do time. “Particularmente o meu objetivo é ir melhorando o meu percentual de ataque a cada jogo e hoje fizemos uma boa partida. Não deixamos o adversário jogar em momento algum e colocamos o nosso ritmo. Amanhã (quinta-feira) temos que manter essa boa sequência e ter paciência para virar as bolas, pois os times asiáticos defendem muito”, afirma o atacante.

No fechamento da fase classificatória o Sada Cruzeiro enfrentará o Korean Air Jumbos, da Coreia do Sul nesta quinta, às 23h (hora de Brasília). As semifinais, que reunirão os dois melhores de cada grupo, serão disputadas na sexta-feira. A decisão será no sábado, 1° de outubro.

Na chave B tem Sada Cruzeiro, Shanghai Tang Dynasty (China), Quiksilver (EUA) e Korean Air Jumbos (Coreia do Sul). A chave A tem Toray Arrows (Japão), Beijing BAIC Motor (China), UC Irvine (EUA) e Drean Bolivar (Argentina).

Divulgação

(MINEIRO) BMG/Montes Claros vence fora de casa e se mantém invicto

Montes Claros manteve a invencibilidade no estadual (Foto: Divulgação)

O BMG/Montes Claros venceu sua terceira partida no Campeonato Mineiro Masculino e segue invicto na competição. Mesmo jogando fora de casa, o Pequi Atômico não deu chance para a UFJF e fechou a partida com 3 sets a 0, paricias de 25-21, 25-12 e 25-19. O Pequi Atômico precisou de 1h11 para bater o time juizforano, que segue sem vencer na competição.

O treinador Manu Arnaut, do BMG/Montes Claros, acredita que a equipe jogou melhor, em relação ao jogo anterior, contra a própria UFJF. “A ansiedade no jogo anterior pesou bastante, mas, hoje, jogamos melhor. Estudamos muito o adversário e arriscamos no saque deles. Tanto é que a maioria foi para fora. Começo de um trabalho é assim, com altos e baixos. Precisamos equilibrar e manter um bom voleibol”, disse Manu.

Rívoli, levantador do Pequi Atômico, vê evolução na equipe. “Erramos menos e isso ajudou bastante. Em casa, pesou a ansiedade e erramos lances fáceis. Hoje, conseguimos encaixar bons saques, defender melhor e vencer mais uma. Agora é encontrar equilíbrio durante a competição, que tem um nível alto”, conta o levantador.

O treinador da UFJF, Mauricio Bara, credita a vitória aos erros da equipe. “Erramos em alguns fundamentos que são cruciais em uma partida: saque, recepção e postura. Nossa equipe sentiu os erros do primeiro set e se abateu. Foi a pior partida da UFJF no Mineiro. Agora, é melhorar para a próxima partida contra o Minas”, finaliza Bara.

O ponta Guilherme concordou com o seu comandante. “Forçamos o saque para dificultar a recepção deles e encaixar o bloqueio, mas não deu. Erramos e isso determinante para a derrota”, concluiu o camisa 6.

Esta é a quarta derrota da equipe de Juiz de Fora. O próximo confronto da equipe UFJF será contra o Vivo/Minas, 4 de outubro, às 19h30, na Arena Vivo. O BMG/Montes Claros venceu sua terceira partida no Campeonato Mineiro. O próximo confronto do Pequi Atômico será em casa, no ginásio Tancredo Neves, 7 de outubro, às 19h30, contra o Vivo/Minas.

Divulgação

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

(SUL-AMERICANO) Em menos de uma hora, Brasil vence o Paraguai na estreia

Brasileiras venceram o Paraguai por 3 a 0 (Foto: Divulgação/CSV) 

O Brasil fez prevalecer a maior experiência internacional e estreou com vitória no Sul-Americano feminino de vôlei. Nesta QUARTA-FEIRA (28.09), as brasileiras venceram as paraguaias por 3 sets a 0 (25/7, 25/9 e 25/8), em 51 minutos, no ginásio Miguel Grau de Callao, em Lima, no Peru. O torneio é classificatório para a Copa do Mundo do Japão, que dará três vagas para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

O time verde e amarelo voltará a quadra nesta QUINTA-FEIRA (29.09), para enfrentar o Chile, às 18h (horário de Brasília). A segunda rodada terá outros três jogos. O Paraguai fará a primeira partida, às 16h, contra a Argentina. Já a Colômbia enfrentará a Bolívia, às 20h. Em seguida, as donas da casa jogarão com o Uruguai, às 22h.

A ponteira Sassá foi a maior pontuadora da partida, com 14 pontos. Pelo lado do Paraguai, a atacante Patrícia Caballero teve quatro acertos.

O treinador José Roberto Guimarães aprovou a atuação das brasileiras e ainda analisou o próximo adversário das atuais campeãs olímpicas.

“O resultado foi o esperado. O Paraguai está começando no vôlei e a diferença técnica entre os dois times é muito grande. Amanhã vamos enfrentar o Chile, que também tem uma equipe jovem. Nós temos que fazer o nosso jogo e continuar a busca pela classificação para a Copa do Mundo”, explicou o técnico.

A capitã do Brasil, a central Fabiana, também estava satisfeita com a atuação do grupo brasileiro. “Nossa equipe jogou concentrada e nos apresentamos bem em todos os fundamentos”, afirmou a jogadora.

Pelo lado do Paraguai, a técnica Carmem Gimenez chamou a atenção para a diferença técnica entre os dois países. “O voleibol no Paraguai não é profissional. Essa é a primeira vez que recebemos apoio do governo e temos projetos para o futuro. Só conseguimos treinar a noite, pois estudamos e trabalhamos ao mesmo tempo”, disse Carmem.

O Brasil começou a partida com Dani Lins, Tandara, Sassá, Jaqueline, Juciely e Fabiana. Líbero – Fabi. Entraram: Fernanda Garay e Fabíola.

Divulgação

(MUNDIAL DE CLUBES) Rodrigão aponta Trentino como principal rival do Sesi-SP

Sesi-SP busca o inédito título no Mundial de Clubes (Foto: Divulgação)

Após a conquista do Campeonato Sul-Americano de Vôlei com a seleção, no domingo passado em Cuiabá, Rodrigão já projeta seu próximo desafio. Nesta quinta-feira, o meio de rede volta a treinar com o SESI-SP, que no próximo sábado embarca para Doha, no Catar, sede da edição 2011 do Campeonato Mundial de Clubes entre 8 e 14 de outubro.

Aproveitando um dos poucos dias de folga, o atleta visitou a Academia Rodrigão 14, que mantém há cinco anos no Litoral Plaza Shopping, em Praia Grande, litoral de São Paulo. Enquanto revia os amigos e funcionários, o central comentou sobre o que espera do principal torneio de equipes do planeta.

“A seleção já conquistou tudo o que é possível, e mais de uma vez, mas nenhum clube brasileiro conseguiu ser campeão dos seis mundiais já organizados pela Federação Internacional de Vôlei. Queremos muito trazer esse título inédito para o Brasil e a expectativa é a melhor possível, pois o SESI-SP conta com um elenco extraordinário e ainda tem o Giovane no comando”, declarou o experiente central de 32 anos e 2,05 metros de altura.

TRENTINO

Questionado sobre os adversários, Rodrigão elegeu o time a ser batido no Mundial. “Os europeus são os mais fortes, como o Zenit Kazan, da Rússia. Mas nosso principal rival será mesmo o Trentino, da Itália, atual bicampeão. Eles mantiveram a base das últimas temporadas e estão se preparando muito para seguir com o título”, argumenta o meio de rede.

O Trentino, aliás, está no mesmo grupo do SESI-SP na primeira fase da competição, que contará com oito equipes. Os brasileiros estreiam no dia 9 de outubro contra o Al-Arabi, do Catar, e depois enfrentam o Al-Ahly, do Egito, no dia 10 e os italianos no dia 12.

Os dois primeiros da chave avançam para as semifinais, marcadas para 13 de outubro, contra os melhores do outro grupo, formado por Zenit Kazan, Jastrzebski Wegiel (Polônia), Trinity Spartans (Canadá) e Paykan (Irã). A grande final acontece no dia 14, uma sexta-feira.

Divulgação

(PAULISTA) Vôlei Futuro bate Sesi-SP e fecha primeiro turno invicto

Vôlei Futuro venceu o Sesi-SP fora de casa (Foto: Alessandro Iwata)

O Vôlei Futuro segue invicto no Campeonato Paulista Masculino de vôlei. O time de Araçatuba bateu, nesta terça-feira, o Sesi-SP por 3 sets a 1, parciais de 21/25, 25/19, 25/22 e 25/15. A partida foi realizada na Vila Leopoldina, em São Paulo.

Com a virada e os dois pontos computados, o Vôlei Futuro encerrou o primeiro turno isoladamente na liderança do torneio. Foram sete vitórias em sete duelos, o que resulta em 14 pontos. O Medley/Campinas, do experiente André Heller, aparece no segundo posto, com 12.

Ao contrário do Sesi, que entrou em quadra desfalcado de Sidão, Serginho, Murilo, Wallace e Rodrigão (que estão servindo a Seleção Brasileira), a equipe do interior pôde contar com seus principais jogadores, como Ricardinho e Lorena, e, desta forma, manteve a invencibilidade.

O Estadual prossegue na quarta-feira, com mais um confronto isolado: Santo André contra São José. O próximo compromisso do Vôlei Futuro será na sexta, contra o São José. Já o Sesi voltará a jogar apenas no dia 22 de outubro, diante do Santo André.

Gazeta Esportiva

(PAULISTA) Com Adenízia, Sollys/Nes​tlé vence Uniara

Sollys contou com o retorno da central Adenízia (Foto: Fabio Rubinato/AGF)

O Sollys/Nestlé venceu o Uniara nesta terça-feira no Ginásio Municipal José Liberatti, em Osasco, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Paulista. A equipe do técnico Luizomar de Moura venceu as rivais por 3 sets a 1, com parciais de 22/25, 25/20, 25/14 e 25/21, em 1h48 minutos de confronto. Os destaques do Sollys foram a ponteira Jú Costa, maior pontuadora do jogo com 19, e o retorno da central Adenízia, que estava com a Seleção Brasileira. Com a vitória, o Sollys termina o primeiro turno com o melhor desempenho da competição estadual.

Apesar de ocupar a terceira colocação, o Sollys/Nestlé seria líder da competição se a mesma adotasse a pontuação aplicada no voleibol mundial e que será aplicada na Superliga 2011/12. Em todos os campeonatos internacionais e na próxima Superliga, o time que vence por 3 a 0 e 3 a 1 soma três pontos e o perdedor não ganha nada. As vitórias por 3 a 2 concedem dois pontos ao vencedor e um ao derrotado. Vôlei Futuro, SESI-SP e Sollys/Nestlé venceram cinco jogos por 3 a 0 ou 3 a 1, porém, o Sollys foi o único que, quando perdeu, conseguiu “roubar” dois sets do rival. Com a pontuação da Superliga, o Sollys teria 18 contra 17 pontos dos rivais.

“Se a pontuação do Paulista fosse igual a da próxima Superliga estaríamos com 18 pontos na frente tanto do Vôlei Futuro quanto do SESI-SP. Então essa busca pela vitória por 3 a 0 ou 3 a 1 passa a ser muito importante e na Superliga será um diferencial”, afirmou Luizomar, que alertou sua equipe da importância de não perder sets. “O Campeonato Paulista sempre foi um grande laboratório para as equipes e uma das coisas que tenho passado para a equipe é relacionado a pontuação que iremos ter na Superliga. As vitórias por 3 a 0 e 3 a 1 valerão três pontos e a vitória por 3 a 2 apenas dois. É muito importante que isso seja assimilado”, completou o comandante.

Com relação ao jogo, o Sollys foi surpreendido na primeira parcial, porém, em seguida retomou a confiança e controlou o restante do confronto. “Perdemos um set e começamos com muitos erros, o que fez a equipe perder um pouco da confiança. Porém, na sequência conseguimos buscar um resultado importante e conquistamos o nosso objetivo, que era terminar com o mesmo número de pontos e junto com os nossos adversários na liderança”, comentou o treinador. Pela pontuação do Paulista, Vôlei Futuro, SESI-SP e Sollys possuem 13 pontos, com a equipe de Araçatuba na liderança e com o SESI em segundo pelos critérios de desempate.

Outro fator de relevância na partida foi o retorno da central Adenízia. Luizomar destacou a importância da jogadora, que foi titular do Sollys/Nestlé nas últimas duas Superligas. “A Adenízia é uma referência da nossa equipe. É uma jogadora titular do Sollys há três temporadas e que tem muito potencial. Tenho certeza que ela gostaria de seguir com a Seleção Brasileira, porém, ela sabe da importância que é estar aqui. Essa motivação de estar de volta ao clube pode fazer com que ela retorne para a Seleção. A atuação no clube é determinante para estar na Seleção. O que leva um atleta a representar o Brasil é jogar bem pela sua equipe e conquistar campeonatos. Agora ela precisa se focar para fazer um grande Campeonato Paulista e Mundial e se preparar para brigar por uma vaga na próxima Olimpíada”.

Divulgação

(SUPERLIGA) Blumenau decide não disputar a Superliga 2011/2012


Blumenau não disputará a Superliga 2011/12 (Foto: Divulgação/CBV)

A Associação Blumenau Pró-Vôlei anunciou nesta terça-feira, 27 de setembro, que não disputará a Superliga 2011/2012 pela cidade, optando por uma parceria com o Instituto Pró Esporte de Londrina (PR). A decisão do Clube ocorreu após reunião com os executivos das empresas patrocinadoras e acordada com o prefeito João Paulo Kleinubing e com Sérgio Galdino, presidente da Fundação Municipal de Desportos.

André Donegá, presidente do Blumenau Pró-Vôlei e técnico do time, ressaltou se tratar de uma decisão estratégica. “Com isso teremos mais tempo para captar mais patrocinadores e permitir a volta em condições semelhantes a dos adversários”. Ainda, na avaliação do dirigente, não seria justo solicitar mais dinheiro público para viabilizar a participação na Superliga. “A cidade passou por mais uma catástrofe e tem, no momento, prioridades maiores”, justificou.

A demora na aprovação do projeto do Fundesporte, por parte do Governo do Estado, também pesou na decisão. A entidade pleiteava a liberação de R$ 256.000,00. Mas Donegá saiu esperançoso do encontro com o prefeito João Paulo Kleinubing e com o presidente da FMD, Sérgio Galdino. Ambos se comprometeram em auxiliar na liberação de recursos estaduais e na busca de novos parceiros para a temporada de 2012/2013.

A parceria com o Instituto Pró Esporte de Londrina (PR) prevê o empréstimo da comissão técnica e dos atletas para a equipe do Sercomtel/Mart Minas, durante a disputa da Superliga. O retorno do grupo para Blumenau ocorrerá após o encerramento na competição nacional. “Assim, manteremos uma equipe de ponta para representar a Blumenau nas competições locais e regionais”, comentou Donegá.

Apesar da ausência durante a Superliga, o técnico ressalta o papel do torcedor blumenauense em todo o processo, desde o encerramento da última Superliga. “Eles nos acompanharam diariamente, vibraram com nossas vitórias e nos deram incentivo nos momentos de dificuldade. Queremos continuar mantendo esses laços estreitos com todos, mesmo à distância”, finalizou.

Divulgação

(SUL-AMERICANO) Zé Roberto define as 12 que jogarão em Lima

Natália (foto) e Paula Pequeno não disputaram o Sul-Americano (Foto: Divulgação/CBV)

O técnico da seleção feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, anunciou, nesta TERÇA-FEIRA (27.09), as 12 jogadoras que disputarão o Campeonato Sul-Americano, em Lima, no Peru. O Brasil estreará no torneio às 18h (horário de Brasília) desta QUARTA-FEIRA (28.09), contra o Paraguai. A competição será classificatória para a Copa do Mundo do Japão, que dará três vagas para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.


Estarão à disposição do treinador brasileiro as levantadoras Dani Lins e Fabíola, as opostos Sheilla e Tandara, as ponteiras Fernanda Garay, Mari, Jaqueline e Sassá, as centrais Thaisa, Fabiana e Juciely e a líbero Fabi. As ponteiras Natália, por questões médicas, e Paula Pequeno, por opção do técnico, continuarão treinando com o grupo, mas não disputarão a competição.

“A Natália voltou a sentir um pouco de dores na canela esquerda, o que é natural após a cirurgia. Resolvemos segurar a parte de salto nos treinamentos para ela chegar 100% na Copa do Mundo”, explicou o técnico brasileiro, que ainda comentou sobre o revezamento entre as ponteiras da seleção.

“No Sul-Americano vamos usar a Sassá e, no Pan-Americano, a Paula retornará à equipe. Com isso, já temos definidos os grupos para as duas competições”, finalizou o treinador, sobre o campeonato que será de 15 a 22 de outubro, em Guadalajara, no México.

Divulgação

terça-feira, 27 de setembro de 2011

(MERCADO) BMG/Montes Claros apresenta argentino Pereyra

Pereyra vai vestir a camisa 5 do Montes Claros (Foto: Divulgação)

Em sua apresentação à imprensa na manhã desta terça-feira, 27, o oposto argentino Federico Pereyra, novo integrante do elenco do BMG/Montes Claros para a temporada 2011/2012, falou sobre as expectativas para a integração ao time. Pereyra viaja amanhã, 28, para Belo Horizonte, onde se encontra com os demais integrantes da equipe, que joga, às 20 horas, em Juiz de Fora, contra a UFJF, na terceira rodada do Estadual.

Pereyra estará à disposição do técnico Manu a partir dos amistosos que a equipe faz contra a Cimed/Sky, nos dias 30 de setembro e 02 de outubro, em Maceió e Fortaleza. Os confrontos marcam a reedição da final da Superliga Masculina de Vôlei 2009/2010.

No dia 30 de setembro, o primeiro amistoso será às 20 horas, no ginásio Santa Úrsula, em Maceió (AL). Dois dias depois, os times voltam a se enfrentar, desta vez no Ceará.

Pereyra já tem data marcada para estreia (Foto: Divulgação)

No dia 02 de outubro, às 10 horas, no ginásio Faculdade Católica em Fortaleza (CE), o BMG Montes Claros potencializa sua preparação disputando mais um amistoso contra a equipe de Giba, Bruninho, Éder, Gustavo, João Paulo Tavares e Rivaldo.

“Estou bastante motivado para fazer um grande trabalho aqui no Brasil, me esforçando para buscar com a minha nova equipe os títulos e com muita vontade de começar a jogar defendendo a camisa do BMG Montes Claros, declarou o oposto.

Divulgação

(INTERNACIONAL) William, único bicampeão do Torneio de Irvine, quer tri com o Sada

O Torneio Internacional de Irvine está agora em sua terceira edição e o levantador William, do Sada/Cruzeiro é o único bicampeão da disputa na Califórnia. Em 2009 ele venceu o torneio pelo argentino Bolívar, e no ano passado o jogador conquistou de novo o título americano em sua primeira temporada no Sada Cruzeiro.

El Mago, como o brasileiro ficou conhecido na Argentina, já tem feito das suas em terras americanas. No jogo de estreia nessa segunda-feira no ginásio Crawford Court, o Sada Cruzeiro venceu o Shanghai Tang por 3 a 1, e muitos americanos que acompanharam a competição no ano passado, diziam o quanto o admiravam o jogador. Combatente e aguerrido, William agora quer levar o tricampeonato para o Brasil.

“A cada ano a competição fica mais legal e mais competitiva. Sou o único bicampeão e o terceiro troféu é uma marca que eu quero atingir. Vamos brigar muito por esse título para o Sada Cruzeiro”, disse o atleta.

E não foi só William que fez sucesso na Califórnia. No ano passado o levantador cruzeirense, junto com o ponteiro Filipe e o central Douglas Cordeiro foram eleitos para a seleção do campeonato. Filipe também foi o MVP do torneio. Douglas está nos Estados Unidos com o time, mas está sendo poupado em função de uma tendinite no joelho direito.

Divulgação
Foto: Divulgação

(SUL-AMERICANO) Brasil estreia contra o Paraguai

Brasil busca o 17º título do torneio (Foto: Divulgação/CBV)

O Brasil estreia no Sul-Americano feminino de vôlei, nesta QUARTA-FEIRA (28.09), às 18h (horário de Brasília), contra o Paraguai, no Peru. A partida será disputada no ginásio Miguel Grau de Callao. As brasileiras estão no grupo B, ao lado das paraguaias, das argentinas e das chilenas. Já o grupo A é composto por Peru, Colômbia, Uruguai e Bolívia. O torneio será classificatório para a Copa do Mundo do Japão, que dará três vagas para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

O Brasil buscará o 17º título do torneio. Em 29 edições, as brasileiras conquistaram a medalha de ouro 16 vezes, além de terem ficado com a de prata em outras 11 ocasiões. As brasileiras só não disputaram a competição em 1964.

O Paraguai, adversário do Brasil na estreia, ocupa a modesta 100ª posição no ranking da Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Apesar de reconhecer a disparidade técnica entre as equipes, o treinador José Roberto Guimarães ressalta a importância da competição para as brasileiras.

“O Sul-Americano é uma etapa chave na busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Londres. Chegamos motivados na competição. Vamos buscar a classificação para a Copa do Mundo. Temos que ter atenção em todos os jogos,” disse o treinador, que destacou três adversários.

“As peruanas jogarão diante da torcida. As argentinas tiveram boas atuações no Grand Prix e cresceram nos últimos anos. Já a Colômbia tem um técnico brasileiro (Mauro Marasciulo) e jogadoras que atuam no voleibol italiano”, analisou o treinador.

O técnico brasileiro viajou com 14 jogadoras no elenco: as levantadoras Dani Lins e Fabíola; as opostos Sheilla e Tandara; as centrais Fabiana, Thaisa e Juciely; as ponteiras Mari, Paula Pequeno, Jaqueline, Sassá, Fernanda Garay e Natália; e a líbero Fabi.

A primeira rodada da competição terá ainda outros três jogos. A Colômbia abrirá a competição contra o Uruguai, às 16h. A Argentina jogará com o Chile, às 20h, e o Peru encerrará a rodada contra a Bolívia, às 22h.

Divulgação

(INTERNACIONAL) Acácio elogia atuação do Sada na abertura do Torneio de Irvine

A vitória desta segunda-feira do Sada/Cruzeiro por 3 a 1 sobre os chineses do Shangai Tang Dynasty, na abertura do Torneio Internacional de Irvine, nos Estados Unidos, foi bastante comemorada pelo meio de rede Acácio.

“O time da China é muito bom, com jogadores altos e que dificultaram bastante pra gente. Felizmente conseguimos fazer algumas correções durante o jogo, o que resultou nesse importante resultado em nossa luta para manter o título”, disse o experiente central, presente na conquista em Irvine no ano passado.

O Sada/Cruzeiro volta a jogar pelo grupo B da competição nesta quarta-feira, quando enfrenta os americanos do Quiksilver, que na rodada de abertura perderam para o Korean Air Jumbos, da Coréia do Sul, por 3 sets a 1.

IRVINE VENCE NA ESTREIA

Pelo grupo A, a Universidade de Irvine estreou na noite de segunda-feira vencendo o Beijing BAIC Motors, da China, por 3 a 0. Nesta terça, os donos da casa encaram os japoneses do Toray Arrows, enquanto os chineses buscam a reabilitação diante do Drean Bolívar, da Argentina.

Divulgação
Foto: Divulgação

(INTERNACIONAL) Sada vence chineses por 3 a 1 na estreia do Torneio de Irvine

Cruzeirenses estreiaram com vitória nos EUA (Foto: Divulgação)

O Sada/Cruzeiro conquistou sua primeira vitória no Torneio Internacional de Irvine ao bater na noite dessa segunda-feira o Shanghai Tang Dynasty, da China, por 3 sets a 1, no jogo de abertura da competição. O time brasileiro, atual campeão, venceu com parciais de 25/15, 25/15, 23/25 e 25/23, no ginásio Crawford Court, na Califórnia.

Com 16 pontos o cubano Sanchez foi o maior pontuador do confronto, seguido pelo central Wallace com 15 acertos. Na equipe chinesa o nome do jogo foi o atacante Dong, com 15 marcações.

Os dois primeiros sets foram vencidos com certa tranquilidade pelo Sada Cruzeiro, mas a partir do terceiro os adversários asiáticos melhoraram em quadra e o rendimento celeste oscilou. “Foi um jogo bom. Tivemos um bom nível nos dois primeiros sets e depois houve uma queda no terceiro. Gostei da postura do time nesta estreia, mas precisamos manter um bom nível durante toda a partida. Temos que continuar trabalhando forte”, avaliou o técnico Marcelo Mendez.

Nesta terça-feira os brasileiros folgam e voltam a jogar na quarta, quando enfrentarão o americano Quiksilver, às 21h. Na quinta-feira o Sada Cruzeiro encara o Korean Air Jumbos, às 23h.

A disputa no estado da Califórnia vai até o próximo sábado. Oito clubes de várias partes do mundo lutam pelo título. Na chave B tem Sada Cruzeiro, Shanghai Tang Dynasty (China), Quiksilver (EUA) e Korean Air Jumbos (Coreia do Sul). Na chave estão o Toray Arrows (Japão), Beijing BAIC Motor (China), UC Irvine (EUA) e Drean Bolivar (Argentina).

Sada/Cruzeiro – William, Wallace, Sanchez,Filipe, Rogério, Acácio e o líbero Serginho. Entraram Daniel, Alemão e Maurício.

Divulgação
Foto: Divulgação

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

(PAULISTA) Sollys/Nestlé encara Uniara no encerramento do primeiro turno

Meninas do Sollys enfrentam a Uniara nesta terça-feira (Foto: Fábio Rubinato/AGF)

Na terceira colocação, com cinco vitórias em seis jogos, o Sollys/Nestlé entra em quadra nesta terça-feira diante do Uniara/Clube Náutico, de Araraquara, com o objetivo de seguir na disputa pela liderança do Campeonato Paulista de Vôlei Feminino. Com as vitórias de Vôlei Futuro e Sesi-SP contra Pinheiros e São Caetano, respectivamente, o time do técnico Luizomar de Moura precisa do resultado positivo para permanecer com a mesma pontuação dos rivais do topo da tabela. O confronto entre Sollys/Nestlé e Uniara acontece às 19h30, no Ginásio Municipal José Liberatti, em Osasco.

“A vitória diante do Uniara será muito importante até pelo equilíbrio que o Campeonato Paulista vem demonstrando, com três equipes brigando rodada a rodada pela liderança. O resultado positivo nesta terça-feira nos deixa em igualdade de pontos tanto com o Vôlei Futuro quanto com o Sesi. Jogando em casa, o nosso objetivo é fazer uma grande partida para sair com a vitória e terminarmos o primeiro turno em igualdade de condições com as outras duas equipes”, declarou o treinador do Sollys/Nestlé.

Vôlei Futuro e Sesi aparecem com seis vitórias e somente uma derrota. Uma vitória diante do Uniara deixa o Sollys empatado com os dois rivais, porém, seguirá na terceira posição devido ao critério sets average, o primeiro quesito de desempate do Paulista. Com relação ao adversário desta terça-feira, Luizomar e demonstra respeito e elogia o trabalho realizado no Uniara, que foi vice-campeão da Liga Nacional, garantindo uma vaga na edição 2011/12 da Superliga.

“O Uniara é uma equipe que tem jogado bastante. Um time que jogou e foi finalista da Liga Nacional, conquistando uma vaga para a Superliga, e agora venceu a Liga Universitária. É um time que já está junto deste o ano passado e tem um conjunto muito forte e entrosado. É um adversário perigoso e teremos que entrar muito concentrados para poder vencê-los”, afirmou o comandante do Sollys, que venceu as duas partidas disputados como mandante.

Neste Campeonato Paulista, o Sollys/Nestlé disputou dois jogos em Osasco e obteve vitórias diante do BMG/São Bernardo, por 3 a 2, na terceira rodada e contra o Pinheiros, por 3 a 1, na quinta rodada da primeira etapa da fase de classificação. Apesar das dificuldades pela ausência de cinco atletas na Seleção Brasileira (Adenízia, Tandara, Jaqueline, Fabiola e Thaisa) e uma na Seleção dos Estados Unidos (Hooker), o Sollys/Nestlé mantém suas tradições de boas campanhas, principalmente pelo trabalho de Luizomar e sua comissão técnica.

Divulgação